FANDOM


A (エー, Ē; Viz "Ei") é o Quarto Raikage (四代目雷影, Yondaime Raikage; Literalmente significa "Quarta Sombra do Relâmpago"),[2] de Kumogakure, que mais tarde se aposenta e dá a posição ao seu braço direito, Darui.

Personalidade Editar

B e A jovens

A e Killer B, quando eram jovens.

A é muito carinhoso e protetor para com seu irmão mais novo adotado, apesar de Killer B ser um jinchūriki, A chora com a notícia da captura de seu irmão mais novo pela Akatsuki. No entanto, quando A descobre o truque de Killer B em usar o acontecimento para ter um período de férias, ele fica comicamente furioso (mas não surpreso), e jura punir seu irmão mais novo por isso. Ele afirma que, por ser Raikage, ele deve manter a paz, mesmo que para isso ele tenha que matar seu irmão, se a situação exigir isso.[3] Ele também se preocupava profundamente com seu pai, além de respeitá-lo, como visto quando ele foi às lágrimas durante o funeral de seu pai e, ao assumir o cargo de Raikage, jurou proteger a vila como ele fez.

Garra de Ferro

A punindo B com sua técnica Garra de Ferro.

Ele é teimoso e facilmente irritado, quebrando uma mesa quando a notícia da captura de seu irmão chegou até ele. Ele também aparentemente tem muito pouca paciência como visto quando ele irrompe pela janela de seu escritório para ir até a Reunião Kage, quebrando a mesa na Reunião quando a conversa é desviada e destruindo uma parede para ir atrás de Sasuke. Sua assistente diz que ele é propenso a tais ações, sempre que ele fica nesse estado mental. A também tem um método de punir seu irmão mais novo, o qual ele chama de "Garra de Ferro". A também tem uma atitude muito severa e decisiva, como visto quando ele aparentemente não é afetado pelos apelos de Naruto para ele poupar a vida de Sasuke. Em seus olhos, respeito e força significa tudo no mundo shinobi e que os fracos devem ser esmagados. Isso se correlaciona com a sua filosofia de que um ninja nunca deve se comprometer ou curvar-se na frente de outro ninja. A também é mostrado ser muito desconfiado com relação as outras aldeias ninjas, acusando todos de trabalharem com a Akatsuki e questionar sua lealdade. Na batalha, A mostra ser fisicamente brutal, como ele usa sua força física extrema para devastar seus oponentes, e fica disposto a sacrificar um membro, em vez de perder a chance de derrotar seu adversário. Apesar de tudo isso, A parece ser capaz de reconhecer e respeitar as habilidades de outros shinobi e não deixa de aceitar sua derrota diante daqueles que ele julga estarem em melhor forma, como visto quando ele finalmente permite que B e Naruto vão para o campo de batalha depois de terem superado ele, em força e velocidade, respectivamente. E antes disso, A considerava que não havia ninguém que pudesse superar o Quarto Hokage. A também é mostrado se preocupar com o bem-estar de seus companheiros, incluindo os das aldeias estrangeiras, como ele repreende Tsunade por combater de forma imprudente, acabando abrindo sua guarda, além de expressar preocupação com ela quando ela começa a tossir sangue.

Quando soube que seu irmão estava vivo, sua atitude se mostrou calma desde a sua primeira aparição. Ele fala com civilidade com os outros membros da Aliança, e mantêm a calma durante o desabafo de Tsunade. No entanto, depois de saber que a Akatsuki reencarnou seu pai, A fica furioso novamente.[4] Tal como o seu irmão, o Raikage é uma pessoa compassiva, visto quando ele diz para Darui não se culpar por ele ter perdido seu braço esquerdo.[5]

A também detém fortemente à crença de que os jinchūriki não são indivíduos e sim uma ferramenta da aldeia em que vivem e de seu Kage e, como tal, não tem o direito de tomar decisões por si mesmos, uma atitude que o colocou em conflito direto com Tsunade.[6]

Aparência Editar

A é um homem de pele escura, alto e possuí uma grande construção muscular, com seus cabelos brancos (loiros no anime) penteado para trás, além de um pequeno bigode e barba. Seu rosto é muito distinto, com as maçãs do rosto sendo acentuadas, com olheiras sob seus olhos, e uma ruga na testa. Seus dentes caninos são bem pontudos e seu lábio superior também tem uma tonalidade mais escura do que o de baixo; características que herdou de seu pai. Durante sua luta com Sasuke Uchiha, ele amputou seu braço esquerdo após ter sido queimado pelas chamas do Amaterasu.

A Full

A aparência de A.

Ao contrário dos outros Kage, A parece usar seu haori Kage e chapéu regularmente, sem camisa por baixo, exibindo ainda mais seu físico corpulento. Ele tem tatuagens pretas de Fūma Shuriken em ambos os ombros. Até sua luta com Sasuke, ele tinha pulseiras de ouro em cada pulso, que têm saliências que podem se projetar para fora, quando ele ataca. Embora ele ainda usasse a pulseira em seu braço direito depois de amputar o braço esquerdo durante a Reunião e mesmo quando ele convocou a segunda reunião dos Kage, desde que a Quarta Guerra Mundial Ninja começou no entanto, ele parou de usá-la por completo.[7] Ele também usa um cinto de ouro em torno de sua cintura com o rosto de um javali gravado no centro. Todos estes aspectos combinados lhe dão a aparência de um lutador profissional e boxeador.

Quando era mais novo, A usava uma roupa de gola alta roxa com manga esfarrapada e calças que combinavam, junto com um colete branco e caneleiras.

Algum tempo depois de renunciar ao cargo de Raikage para Darui, A começou a vestir um simples quimono preto preso por uma faixa branca. Neste ponto, ele também começou a ficar careca.[8]

História Editar

Passado Editar

A quando jovem

A quando jovem.

A é o filho de A. Em algum momento no passado, um grupo de crianças se reuniram a fim de determinar quem seria o parceiro de A, de acordo com uma tradição de longa data de Kumogakure de que o Raikage deve ter um parceiro de time. Apenas uma das crianças foi capaz de combinar com sucesso com o poder de A e usar a Liberação de Relâmpago: Lariat em um manequim de treinamento.

Como resultado, a criança recebeu o nome de "B", e A afirmou que eles seriam irmãos a partir daquele dia.[9] Ele e B acabariam por ser agrupados em uma missão com Blue B, o jinchūriki do Oito-Caudas. Enquanto na missão, ele disse que Killer B precisaria de algo para preencher o vazio que seria criado se ele fosse escolhido como o próximo jinchūriki da besta.

Algum tempo depois, o primo de A perdeu o controle do Oito-Caudas e liberou a criatura. A fez parte de uma equipe especial encarregada de subjugar o Oito-Caudas. Quando o Oito-Caudas atacou e matou o pai de Motoi com seu chifre, A cortou-o. Depois Killer B tornou-se o jinchūriki do Oito-Caudas, e A, lembrando do que seu primo tinha lhe dito, tenta o seu melhor para preencher esse vazio aparente.

A atacando Minato

A atacando Minato.

Numa vez, durante um conflito envolvendo Konoha e Kumo, A se encontrou com Minato Namikaze, pela primeira vez. Antes de Minato reconhecer Killer B como o jinchūriki do Oito-Caudas e disse A próxima vez que eles se conheceram seria colocar o título de "Kage" na linha e também ofereceu um conselho a de ter certeza que seu irmão sabia quem ele estava antes de se tornar nem humano, nem jinchūriki. Eles se chocaram muitas vezes mais depois disso. A já foi dito por Jiraiya mesmo que ele acreditava que Minato era a "Criança da Profecia".[10] Quando o pai de A morreu, ele herdou o título de Raikage. Depois, ele proibiu a formação continuada de B no Lariat e ordenou-lhe para completar a sua formação na Bola da Besta com Cauda no Vale das Nuvens e Relâmpago e restringiu-o para os confins da aldeia. Em algum momento, ele proibiu B de totalmente se transformar em sua Besta com Cauda, devido ao seu poder extremo.

No anime, após um encontro com o Grupo Nokizaru, A cruzou caminhos com Tsunade e pediu para ela remover um Inseto Explosivo implantado em seu subordinado. Após aceitar o seu desafio de queda de braços, realizando que ele não poderia vencer Tsunade em termos de força, mas no mesmo tempo, ele precisava de ajuda, A usou velocidade para derrotar ela. Depois de Tsunade perceber a situação e dizer que um inseto também estava em A, ela decidiu conduzir a cirurgia. No entanto, ela deixou a cirurgia com Shizune após sangue espirrar nela. Shizune explicou que o medo de sangue da Tsunade foi causado pela perda de seus dois grandes amores, A disse que o estado mental de Tsunade não estava bom, e Shizune completou a cirurgia, defendendo sua mestra.

Parte II Editar

Ataque de Pain Editar

Artigo principal: Ataque de Pain (Arco)

A enviando Time Samui para Konoha

A enviando Time Samui para Konoha.

A primeira vez que ele foi visto ele estava enfurecido com a notícia de Killer B ter sido capturado pela Akatsuki. Quando soube que o culpado era Sasuke Uchiha, um nukenin de Konoha, ele queixou-se porque o Hokage não tinha lidado com ele, em comparação com a rapidez com que lidaram com o caso dos Hyūgas. Com a captura de Killer B vindo logo depois da captura de Yugito Nii, A chamou os Kage dos cinco países ninjas para uma reunião para discutir sobre Akatsuki. Ele também instruiu o Time Samui para informar a Konoha que ele vai tratar pessoalmente de Sasuke.

Reunião dos Cinco Kage Editar

Artigo principal: Reunião dos Cinco Kage (Arco)

RaikageDaruiC

Raikage partindo com C e Darui para a reunião dos Cinco Kages.

A partiu para a reunião dos Kage com dois guarda-costas: Darui e C. Em seu caminho para o País do Ferro eles se encontraram com o Time Samui, que lhes forneceu informações adquiridas sobre Sasuke em Konoha. C rapidamente descobriu que o Time Samui havia sido seguido por Naruto Uzumaki. A manteve seus homens para atacar Naruto e concordou em ouvir o que ele tinha a dizer. Naruto pediu para o Raikage poupar a vida de Sasuke, mas seu pedido foi recusado e ele seguiu para sua reunião.

A Reunião dos Cinco Kage

A Reunião dos Cinco Kages.

Quando a reunião dos Kage começou, A rapidamente mostrou sua desaprovação com as outras aldeias e acabou esmagando a mesa à sua frente, levando todos os guarda-costas protegerem seus Kage. Depois eles voltaram para a sua posição, A explica suas suspeitas dos outros Kage. Em alguns dos seus argumentos, ele afirma que a Quinta Mizukage e o resto da sua aldeia são os menos confiáveis. Ele ressaltou que apenas Kumogakure nunca teve um representante na Akatsuki. Quando Danzō Shimura foi nomeado para liderar uma força-tarefa conjunta para lidar com a Akatsuki, A ficou indignado. Antes que ele pudesse levantar muito de uma oposição, no entanto, o Zetsu Branco apareceu e disse aos presentes que Sasuke estava por perto.

Depois de se livrar de Zetsu Branco, A e seus guarda-costas se mobilizaram imediatamente para ir atrás de Sasuke, e foram atraídos para a batalha do Time Taka com os samurais do País do Ferro. Quando C disse a ele que o chakra de Sasuke estava direto abaixo deles, Raikage encontrou os inimigos abaixo. A espada de Suigetsu foi facilmente destruída e levou Jūgo a entrar no segundo nível do selo amaldiçoado, a fim de lutar contra A. Embora Jūgo inicialmente parecia ter a vantagem, A foi capaz de perfurar um buraco em seus braços e no peito dele e escapar de seus ataques, antes de finalmente derrotá-lo.

Sasuke contra A

A e Sasuke se chocam.

Sasuke e A então começaram a brigar. Com seu Armadura da Liberação de Relâmpago, A evitou a maioria dos ataques de Sasuke, desviando a sua Espada de Kusanagi: Lâmina de Chidori espada relâmpago carregada, e mal ferido por seu Chidori. Ele então prosseguiu para combater Sasuke, mas o ataque foi negado através do uso de Sasuke do Susanoo incompleto para se proteger. Sasuke atacou com o Amaterasu, que ele se esquivou. Sasuke então revestido com sua Susanoo com as chamas do Amaterasu para impedir mais ataques físicos. Em sua raiva crescente, A ignorou este e atacou através das chamas, fazendo com que seu braço esquerdo sofresse o dano, mas ainda assim conseguiu arrasar com a defesa do Susanoo e bateu em Sasuke.

Quando se prepara para um outro "golpe final", Sasuke começou a fase de um contra-ataque. Antes de A pudesse ser mais ferido, o Quinto Kazekage, interveio, usando sua areia para bloquear os ataques. A ficou irritado com a interrupção, mas Gaara afirmou que continuaria o seu ataque só iria causar lesões adicionais. Gaara então começou a falar com Sasuke. Enquanto espera por Gaara para terminar, A estava com braço cortado e instruiu C para parar o sangramento com o seu ninjutsu médico para que ele pudesse se juntar à batalha. Sasuke então desmoronou o telhado com Susanoo. Enquanto os Kage e seus seguranças evitaram o entulho, Sasuke escapou da sala para encontrar e matar Danzō. Após recuperar-se com Sasuke, A descobriu com o Tsuchikage que Sasuke estava morto, o que irritou ele. Mais tarde, Tobi aparece e diz que Killer B ainda estava vivo, que tanto chocou e irritou A. Ele pensou que B estava aproveitando esse tempo e disse que iria puni-lo com suas "garras de ferro".

Depois de Tobi revelar seu "Projeto: Olho da Lua", os Kage se recusaram a entregar Killer B e Naruto para a Akatsuki. Tobi então declarou o início da Quarta Guerra Mundial Ninja e desapareceu. A necessidade de uma aliança entre as Cinco Grandes Nações foi então levada novamente. Mifune nomeou A para ser o líder devido à forma como ele já havia tratado com o inimigo, e porque ele poderia controlar melhor Killer B que ninguém. Depois de os outros Kage concordarem, A foi declarado o líder da Aliança Shinobi.

DoubleLariatHaupt

A e Killer B decapitando "Kisame" com seu Lariat Duplo.

Antes de voltar para Kumo, A e seus homens rastrearem Killer B. Eles o encontraram no meio de uma luta com Kisame Hoshigaki. A e B se unem para decapitar "Kisame" com a Liberação de Relâmpago: Lariat Duplo. A repreende B por fingir ser capturado em seu caminho de volta para a aldeia. Eles são informados que o daimyō concordou para a formação da Aliança Shinobi, quando eles retornaram. A então convocou um conselho de guerra para avaliar a prontidão militar da aldeia.

Quarta Guerra Mundial Shinobi: Contagem Regressiva Editar

Artigo principal: Quarta Guerra Mundial Shinobi: Contagem Regressiva Três dias depois, os chefes da Aliança reúnem-se com A em Kumogakure para discutir a organização da Aliança. Como sua matéria prima de negócio que discutir o que fazer com os jinchūriki. Tsunade, a Hokage recém reintegrada, acredita que B e Naruto Uzumaki devem ser autorizados a lutar nas linhas de frente, enquanto que A e os outros líderes acreditam que devem ser enviados para um esconderijo. Tsunade relutantemente concorda. A seleciona a Ilha da Tartaruga como o esconderijo e assegura-lhes da sua segurança. Akatsuki quando descobre mais tarde este local, A se recusa que B e Naruto se movam. Em vez disso ele envia o Tsuchikage como proteção extra e esse traz a ilha de volta à Kumo.

Quarta Guerra Mundial Shinobi: Confronto Editar

Artigo principal: Quarta Guerra Mundial Shinobi: Confronto

Os kage na sede

A, Tsunade e Ōnoki na sede.

A permanece na sede com Tsunade e Ōnoki enquanto os exércitos da Aliança Shinobi saem. Shikaku Nara fornece uma grande quantidade de comentários sobre como organizar o exército e se envolver com o Exército de Zetsu Branco da Akatsuki, forçando A a reconhecer o calibre do ninja de Konoha. Apesar de ser o líder da Aliança, A é desconfortável não estar na linha de frente; quando a notícia atinge sede sobre a resssureição de seu pai, e faz A ter a vontade de ir e confrontá-lo, mas opta por enviar o Tsuchikage depois de saber que estava também entre os ressuscitados.

A e Tsunade aparecem

A e Tsunade param B e Naruto a caminho do Campo de Batalha.

Ele tem uma resposta semelhante, quando a Primeira Divisão envolve os Irmãos Ouro e Prata. Embora ele deve permanecer na sede, A faz preparativos para lidar com os irmãos que eles deveriam começar a usar o seu chakra da Kyūbi e Mabui se prepara para enviar o Kohaku no Jōhei até Darui e chama reforços de outras divisões para ajudar a Divisão 1. Seus planos dão certo e os irmãos são selados. Ao saber que B e Naruto escaparam do confinamento, A e Tsunade decidiram pessoalmente parar os dois. A deixa Shikaku no seu cargo enquanto eles foram. Após intercepta-los, A tenta impressionar-lhes a importância de mantê-los fora do alcance da Akatsuki. Naruto tenta fugir usando seu modo de Chakra da Kyūbi, mas A é capaz de acompanhá-lo e bloquear sua fuga. Com a sensação de que ele não será capaz de influenciar Naruto, A tenta matá-lo para evitar sua captura. B bloqueia seu ataque e informa seu irmão que ele deve estar disposto a matar os dois. A alega ter problema com isso, mas B, incrédulo, solavanca punhos com ele para lembrá-lo de tudo que ele já passaram juntos. Quando A ainda não vai ouve as palavras, ataca B e derrota-o com a Liberação de Relâmpago: Lariat, provando sua força. Apesar de sua derrota, A ainda se recusou aos apelos de B e Tsunade, levando Tsunade para decidir a batalha de A.

A e B se chocam

A e B se chocam.

B no entanto, mais uma vez tenta argumentar com seu irmão, dizendo-lhe que as Bestas com Cauda não foram as únicas coisas que o fizeam forte, mas também as pessoas que se preocupavam com eles, referindo-se a eles como "sóis". B diz para A que Naruto tem dois deles. A então pergunta a ele sobre isso e Naruto diz que é seus pais, e que, apesar deles morrerem logo depois de ele nascer, eles lhe fizeram forte. Depois de ouvir isso, A carrega totalmente a sua armadura relâmpago e ataca, no entanto, Naruto foi capaz de escapar do ataque completamente. Com esta prova do poder de Naruto, A permite Naruto de entrar no campo de batalha afirmando que o "salvador" pode ainda estar vivo na forma de Naruto. Após retornar à sede, ele é informado sobre o Exército de Zetsu Brancos. Tsunade recebe diagnósticos da situação, uma pergunta a ela se havia alguma dica sobre como derrotar Tobi para o qual ela declarou que ele só poderia ser a verdadeira definição de um imortal.

Quarta Guerra Mundial Shinobi: Clímax Editar

Artigo principal: Quarta Guerra Mundial Shinobi: Clímax

A e Tsunade contra Madara e Mū

A e Tsunade chegam no campo de batalha.

Quando Inoichi dá a notícia que clones do Naruto chegaram aos campos de batalhas e venceram, Tsunade sorri para ele que, responde-a com outro sorriso. Depois de ouvir que o real Madara Uchiha tinha sido ressuscitado no campo de batalha,
O Encontro dos Cinco Kage

Os cinco Kage juntos para enfrentar Madara.

ele e os outros na sede ficam tentando decifrar quem era o homem mascarado. Depois de todos receberem de Inoichi a notícia que um meteorito caiu sobre a Quarta Divisão, matando muitos, Tsunade pede para Mabui transportá-la para lá, Mabui pede para o Raikage convencer Tsunade à não ir, mas o Raikage diz para Mabui preparar a técnica para duas pessoas. Apesar do pedido de Mabui, os dois são transportados para o campo de batalha, e chegam bem na hora de interceptar e Madara. Depois de Mei chegar no campo de batalha, A diz que pode se soltar, e que esperava isso à dias, e se junta com os outros Kage para enfrentar Madara.
A e Ōnoki acertam o Susanoo de Madara

A e Ōnoki acertam Madara.

Então, Tsunade pede para A e Mei ganharem tempo, enquanto ela cura Gaara e Ōnoki. Quando Mei ataca Madara com sua lava, ele desvia, dando uma oportunidade para A socá-lo, fazendo ele cair na lava. Quando Madara libera o Susanoo, A reconhece e então o ataca com a Corte Horizontal de Relâmpago Violento e, se afasta quando Mei cobre Madara com lava. Quando Madara elogia o ataque combinado dos dois Kage, A percebe que, deve aumentar sua velocidade. Então Madara utiliza o Yasaka Magatama contra os sobreviventes, que são defendidos por um escudo de areia de Gaara e pelo Golem de Pedra de Ōnoki. Ōnoki então sobe nas costas de A, para deixar seu corpo mais leve, assim, aumentando sua velocidade, então ele corre e ataca , que voa, e depois, Ōnoki aumenta o peso de A, fazendo com que ele atacasse o Susanoo, o perfurando. Ele, junto com os outros Kage diz para o clone de Naruto cuidar do outro Madara, e junto com os outros Kage, diz que só tem uma palavra para dizer à Naruto: "vencer".

A, Tsunade e Onoki atacam Madara

A e Tsunade atacam Madara.

Como a batalha entre os Kage e Madara continua, A fica no topo do golem de Ōnoki, que recai sobre Madara. O golem é, no entanto destruído pela Liberação de Madeira: Advento de um Mundo de Árvores Florescentes de Madara e A é levado aos céus por Ōnoki e, junto com os outros Kage para que o pólen do ataque não seja inalado. Os Kage são, porém, emboscados por um ataque do Susanoo de Madara e acabam caindo de volta para a floresta e inalam o pólen, fazendo eles desmaiarem. Depois de Ōnoki reunir forças e destruir a floresta e parte de Madara, A e os demais recuperam a consciência a tempo de ver o rosto formado a partir do DNA do Primeiro Hokage no peito exposto de Madara. Como Madara se regenera, A, que está visivelmente irritado, diz a Madara para parar de se fazer tão importante, depois de ouvir este repreender Tsunade e sua linhagem. Com Ōnoki ainda permitindo uma maior manobrabilidade, A dá assistência a Tsunade em um ataque duplo que envia Madara ao chão. A então chama Gaara que aparentemente sela Madara. A depois olha em estado de choque como Tsunade é impalada por uma Espada do Susanoo e Madara revela que eles haviam selado um clone de madeira.

Clones de Madara chegam em A

Os clones de Madara surpreendem A.

Depois, A fica chocado ao ver Tsunade viva, e ele, junto com Tsunade faz um ataque surpresa em Madara que, estava desprevenido e, em seguida, vê o Tsuchikage lançando um ataque da Liberação de Poeira em Madara. Como Madara depois envia os seus clones de madeira para enfrentar cada um dos Kage, A olha surpreso quando Madara pergunta à eles se eles querem ou não que os clones usem Susanoo.

Madara pega A

A é pego pelo Susanoo de Madara.

Rechaçando um ataque de um dos clones usando o Susanoo, A repreende a Hokage devido sua luta imprudente, A perde a concentração por tempo suficiente para o clone agarrá-lo e colocá-lo sob um genjutsu. Salvo pelo pensamento rápido do Tsuchikage e libertado do genjutsu, A é estimulado a lutar com os outros Kage lado a lado. Esperando o momento oportuno para atacar o Madara real após Ōnoki aniquilar os clones, A infunde relâmpago na Liberação de Água: Técnica do Projétil do Dragão de Água de Mei para criar um efeito paralisante sobre Madara, diminuindo sua capacidade de resposta. Antes de seu ataque ser capaz de selar completamente Madara, no entanto, ele se liberta da prisão, dizendo que, mesmo os Kage não poderiam derrotá-lo com o seu Susanoo perfeito. Como o Susanoo de Madara estabiliza, A, juntamente com os outros Kage olham em choque para a enorme estrutura, então, eles são derrubados por um único balanço da espada do Susanoo. Apesar disso, os Kage ficam de pé, prontos para enfrentar Madara mais uma vez.

Como a Mizukage observou que a situação parecia sombria para os Kage, A, sem cerimônia disse a ela para calar a boca, já que ele não ia desistir tão cedo. Como o ataque de Madara não foi bem sucedido, por causa da de-materialização do Susanoo, A vê Madara sendo envolvido por uma luz. Chocado ao ouvir que a Reencarnação do Mundo Impuro tinha sido liberada, A e os outros Kage discutem como tal façanha tinha sido possível no curto espaço de tempo que eles tinham começado à procura de Kabuto, então, o Tsuchikage observou que, independentemente de quem desfez a técnica, é um herói para o mundo shinobi. Os Kage são atacados por Madara em uma tentativa desesperada final. Com Mei incapaz de combater a técnica, Tsunade se move para combater o jutsu de Fogo de Madara com o punho nu. Depois que ela caiu inconsciente, A e os outros Kage correm para seu auxílio, quando Madara tenta perfurá-la com sua espada de Susanoo, mas ficou surpreso ao ver Tsunade se esquivar do ataque. Com Tsunade recuperada, os Kage se perguntam porque Madara não desapareceu, desde que a técnica tinha sido cancelado. Madara, em seguida, revelou que ele tinha quebrado o contrato entre ele e seu invocador e graças à isso, estava agindo por conta própria com um corpo imortal.

Os Kage Revividos

A e os outros Kage se preparam para irem ao campo de batalha.

Apesar de sua tentativa de impedir Madara de deixar o seu campo de batalha, A e os outros Kage são finalmente derrotados e deixados gravemente feridos. Mais tarde, com a chegada de Karin, Suigetsu e Orochimaru no campo de batalha, Tsunade é curada por Karin. Depois de ter sido consideravelmente curada, ela por sua vez, ajuda na cura de A e dos outros Kage. Sem tempo a perder, os Kage decidem voltar para o campo de batalha imediatamente, se dirigindo até ele em cima da areia de Gaara. Enquanto se aproximam do campo de batalha, os Kage notam o Shinju e são atualizados por Katsuyu sobre o que está acontecendo no campo de batalha. Eles são posteriormente contactados telepaticamente por um Hashirama Senju reencarnado que informa a todos sobre o que ele havia descoberto durante sua batalha com Madara. Quando a raiva de Naruto em proteger seus companheiros que estão lutando com ele cresce, suas emoções e memórias são canalizadas para todos dentro do alcance da técnica de Ino Yamanaka.

Nascimento do Jinchūriki do Dez-Caudas Editar

Artigo principal: Nascimento do Jinchūriki do Dez-Caudas

Os Kage chegam ao campo de batalha

Os Cinco Kages chegam ao campo de batalha.

Mais tarde, quando Hashirama — através do mesmo meio — compartilha suas próprias memórias, A reconhece a cena como a primeira Reunião dos cinco Kage, logo após, ele e os outros Kage chegam ao campo de batalha, após Hashirama declarar seus desejos para o futuro do mundo. Respondendo a menção dos sonhos de Hashirama, A observa que em sua geração, a menção de preservar sonhos é um ponto discutível. Mais tarde, ele vai para o lado de B onde ele comenta que, apesar do que ele pensa sobre isso, aqueles que se tornam Hokage têm a tendência de abaixar suas cabeças perante aos outros, logo após, ele pensa consigo mesmo se isso por si só é um sinal de poder. Se reunindo com as tropas em torno dele e de seu irmão, A exclama que é melhor se prepararem para causar estragos.

Embora a Aliança seja capaz de derrotar Obito através de seus esforços combinados, a batalha dá uma guinada para o pior quando Madara é revivido através do Caminho Exterior — Técnica da Vida Celestial de Saṃsāra. Após Madara ser revivido a Aliança é atacada por Tobi e sua estátua de madeira animada. Envolto em sua Armadura da Liberação de Relâmpago, A é um dos poucos shinobi ainda capazes de lutar.

Enquanto a batalha é travada, A e a Aliança começam a sentir tremores, eles logo percebem que se tratam de meteoritos que atingem o solo. Ele e os outros mais tarde são pegos pelo Tsukuyomi Infinito de Madara, após ele ser ativado.

Ataque de Kaguya Ōtsutsuki Editar

Artigo principal: Ataque de Kaguya Ōtsutsuki

Onoki e A libertos

A e Ōnoki são libertados do Tsukuyomi Infinito.

Em última análise, A e o resto do mundo são libertados do genjutsu por Naruto e Sasuke depois que a guerra termina.

Editar

Os antigos Kage se reúnem

Os Kage anteriores se reúnem.

Anos mais tarde, A renuncia seu cargo de Raikage e passa o título para Darui. Apesar disso, A continua a ter reuniões com os Kage anteriores, geralmente na residência de Ōnoki, devido à sua idade avançada que o impede de se mover para fora.

Habilidades Editar

Como o Raikage de Kumogakure e Líder Supremo da Aliança Shinobi, A é, sem dúvida, um shinobi extremamente poderoso. Seu irmão mais novo, Killer B, também mencionou em sua luta com Sasuke que, antes dele, apenas A foi capaz de desviar do Oito-Caudas. Karin também observa que o seu nível de chakra é comparável ao de uma Besta com Cauda.[11] A assinatura do estilo de luta é uma combinação de taijutsu e ninjutsu para formar o nintaijutsu poderoso.

Taijutsu Editar

A Raiga Bomu

A prestes à usar a Bomba Liger em Sasuke.

A possui grande força física, capaz de levantar uma grande quantidade de peso com apenas uma mão, quebrando um penhasco com um único soco, [12], bem como um par de costelas do Susanoo.[13] Ele foi ainda capaz de tirar uma grande espada em dois (embora tenha sido previamente danificadas). Em sua juventude, A foi ainda capaz de cortar através de um dos quatro chifres do Oito-Caudas quando estava sendo subjugado 30 anos antes. Enquanto bloqueia seu soco em seu modo de Chakra da Kyūbi, Naruto Uzumaki comentou que era imensamente poderoso e que ele teria perdido o jogo de imediato, se ele não tivesse vindo a utilizar o chakra da Nove-caudas.

A corta o chifre do Hachibi

A cortando o chifre de Gyūki.

Condizente com sua aparência, o Raikage parece preferir taijutsu de combate, em que ele mostrou talento tremendo. Ele poderia impedir a fuga dos dois jinchūriki com uma quantidade considerável de tempo. No entanto, ele afirmou que ele precisava da ajuda da Hokage depois de algum tempo. Além de socos poderosos, ele é capaz de usar lançamento igualmente impressionante. Ele prefere usar técnicas de wrestling para formas mais tradicionais de taijutsu. Apesar de seu físico grande, o Raikage é conhecido por ser muito rápido, agarrando Zetsu pelo pescoço antes que ele tivesse a chance de reagir. a afirmou que desde a morte do Quarto Hokage, não há shinobi que é mais rápido do que ele até Naruto o superar com a sua velocidade em seu modo de Chakra do Nove-Caudas.[14] [15]

A mostra durabilidade imensa, sendo capaz de levar dois Lariats para o peito de B sem sofrer danos, enquanto um Lariat final apenas parecia bater o vento fora dele. Similar a seu pai, ele também é capaz de sobreviver ao ser transportado pela Técnica de Transferência Celestial de Mabui, ficando relativamente ileso. A também tem uma imensa tolerância para a dor, como ele foi capaz de resistir a ter seu braço incendiado pelo Amaterasu e foi mesmo capaz de cortá-lo a si mesmo, sem vacilar.[16]

Ninjutsu Editar

Transformações da Natureza Editar

Armadura de Raiton

A em seu Modo de Chakra de Liberação de Relâmpago.

No topo de sua capacidade física, A também é hábil em técnicas de ultra-base, liberando uma onda contínua de eletricidade de seu corpo para formar o Modo de Chakra de Liberação de Relâmpago. Essa eletricidade complementa sua força física natural e velocidade para o ponto onde ele afirma até mesmo o Sharingan não deve ser capaz de acompanhar seus movimentos. Isto é devido à eletricidade que estimula seu sistema nervoso e acelerar suas sinapses neuronais, ampliando seus reflexos.[17] Por isso, ele é considerado um mestre do nintaijutsu. Enquanto estiver usando essa habilidade, ele é capaz de se esquivar das várias explosões do chakra de Jūgo e do Amaterasu. Sua velocidade nesse estado é muito maior, até o ponto que foi mencionado por C que o sistema nervoso do Raikage e velocidade de reação são comparáveis ​​aos do Quarto Hokage, Minato Namikaze.

A armadura elétrica também pode funcionar como uma poderosa defesa. Por um momento de aumentar o impulso elétrico, A foi capaz de desviar um remate da Espada de Kusanagi: Lâmina de Chidori [18] de trás e receber apenas um ferimento pequeno no peito de um ataque do Chidori frontal. Ele também mostrou a capacidade de concentrar o chakra relâmpago em um ponto afiado o suficiente para cortar ordenadamente os membros de um corpo.

Curiosidades Editar

  • Seu nome é a pronúncia japonesa da letra Inglesa "A". Isto é semelhante aos nomes dos vários shinobi de sua aldeia, tais como: B, C e F, que são as pronúncias das letras "B", "C" e "F", respectivamente.
  • A era canhoto antes de sua auto-amputação.[19]
  • Na última página do capítulo 562, A é descrito com sua mão esquerda. Isso, no entanto, foi corrigido na versão tankobōn.

Referências Editar

  1. Quarto Databook, páginas 202-203
  2. Naruto — Second Fanbook
  3. Naruto capítulo 541, página 15
  4. Naruto capítulo 525, página 7
  5. Naruto capítulo 528, página 3
  6. Naruto capítulo 541, página 13
  7. Naruto capítulo 462, página 7
  8. Naruto capítulo 700, página 13
  9. Naruto capítulo 541, páginas 16-19
  10. Naruto capítulo 541, página 9
  11. Naruto capítulo 463, página 9
  12. Naruto capítulo 544, páginas 13-14
  13. Naruto capítulo 463, página 15
  14. Naruto capítulo 541, página 8
  15. Naruto capítulo 544, páginas 12-13
  16. Naruto capítulo 464, página 6
  17. Naruto capítulo 462, página 3
  18. Naruto capítulo 462, páginas 16-17
  19. Naruto capítulo 473, página 8

Iniciar uma Discussão Discussões sobre A (Quarto Raikage)

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.