FANDOM


O daimyō do País do Fogo, Ikkyū Madoka, emite uma declaração sobre o estado de coisas com o País das Ondas. Iruka e Anko assistem aos noticiários, desconcertados com sua posição, e imaginam como Konoha é boa. Naruto está com eles, tendo chegado à Academia, e anunciou que chegou a um acordo com o País da Água, permitindo viagens de campo para lá. Boruto interrompe suas discussões com uma versão pobre do jutsu Liberação de Vento: Palma Vendaval. Boruto tenta falar sobre o assunto. Boruto e Naruto entram em uma discussão. Shino anuncia o desenvolvimento de sua classe. Os alunos discutem as possibilidades. Shino pede a um líder de classe para representá-los, e Sarada oferece a Boruto, que está pendurado de cabeça para baixo, amarrado e amordaçado em sua brincadeira anterior. Outros estudantes a apoiam e, devido a ser amordaçado, Boruto é incapaz de expressar sua discordância. Enquanto fala sobre isso depois da aula, Iwabee lembra o passado de Kirigakure como "Névoa Sangrenta". Hinata arruma a mala de Boruto para a viagem. Iwabee permanece sombrio durante a viagem. À noite, Boruto pergunta a Mitsuki sobre sua Liberação de Vento. Kirigakure entra em cena. Eles chegam de manhã e ficam surpresos com a aparência urbana. O grupo é recebido por seu guia, Kagura Karatachi, um assessor do Mizukage. Muitas das garotas desmaiam sobre ele. Kagura cumprimenta Boruto e os mostra ao redor. Kagura e Boruto se unem pelo interesse comum em Kagemasa. Iwabee permanece sombrio, bem como cético sobre o estado atual de Kirigakure quando fala com Boruto e Denki. Boruto bate em alguém. Iwabee e a atitude do cara sobre isso fazem com que ele e Boruto comecem a brigar, mas Shizuma intervém. Ele está impressionado com as crianças de Konoha por enfrentar Hassaku. Os dois saem, e como eles fazem, uma espessa neblina cobre a aldeia.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.