FANDOM


Shikadai acusa Gekkō de manipular Ryōgi, que retruca dizendo que a realidade não é tão simples, acusando Shikadai de ser ingênuo. Boruto não se impressiona com as razões de Gekkō, e ataca ele com uma kunai, porém o ataque é interceptado por Ryōgi, assim quebrando sua máscara. Shikadai pergunta a Ryōgi por que ele protege Gekkō, e Ryōgi diz a ele sobre como Gekkō o salvou. Shikadai diz que isso não é razão para se tornar um ladrão, e Ryōgi critica sua crença sobre como a vida funciona, atribuindo-a ao fato dele viver em uma vila próspera. Shikadai então pergunta se todas as partidas de shōgi que ele jogaram foram uma mentira e Ryōgi responde dizendo que foi uma maneira de se aproximar dele. A cabeça de Ryōgi começa a doer e Gekkō manda-o prender Boruto e Shikadai com sua Liberação de Gelo.

Shikadai adverte Boruto dizendo que não é uma Liberação de Gelo comum, mas Boruto parece estar em transe. Enquanto se movem pelo trem, a cabeça de Ryōgi ainda dói, e suas memórias começam a mudar. Gekkō mostra a Ryōgi seu reflexo, restaurando o selo amaldiçoado. Boruto vê Shikadai como um membro da Gangue Byakuya e o ataca. Shikadai percebe que Boruto foi colocado em um genjutsu pelos espelhos de gelo e os quebra com kunai. Gekkō percebe a peça de shōgi que Shikadai deu a Ryōgi, que insiste que ela não significa nada. Gekkō joga as peças para fora do trem, e ordena que Ryōgi o prove isso lidando com Shikadai. Sob o pretexto de verificar sua ferida, Gekkō ativa seu jutsu. Shikadai consegue libertar Boruto do genjutsu, dando créditos à Mirai, que o ensinou a quebrar genjutsus.

Na frente do trem, Gekkō mata um dos membros de sua própria gangue. Shikadai compartilha com Boruto sua suspeita de que Ryōgi está sob genjutsu, e o avisa para não olhar para nenhum espelho. Os dois abrem caminho pelo gelo e avançam pelo trem. Eles tentam contornar Ryōgi saindo do trem para chegar a Gekkō, mas Ryōgi os bloqueia. Boruto segue em frente, enquanto Shikadai prende Ryōgi com sua sombra. Boruto impede Gekkō de desconectar seu vagão do resto do trem. Shikadai tenta convencer Ryōgi a parar servir Gekkō. O selo amaldiçoado em Ryōgi é ativado, e ele ataca. O selo amaldiçoado se espalha por Ryōgi, que vê Shikadai como aquele que matou seus pais. Gekkō falha em chantagear Boruto oferecendo dividir os lucros da venda dos dados de ninjutsu com ele, e se afasta para mostrar a Boruto seu reflexo na janela, forçando-o a fechar os olhos assim criando uma abertura.

Ryōgi se aproxima de Shikadai e Boruto, enquanto Gekkō separa seu vagão e admite ter adulterado as memórias de Ryōgi. Shikadai tenta chegar até Ryōgi, mas não consegue se aproximar dele. Boruto e seus clones das sombras impulsionam Shikadai para frente com Liberação de Vento, permitindo que ele faça contato físico com Ryōgi e o liberte do genjutsu, que lembra que Gekkō foi quem matou seus pais. Shikadai simpatiza com ele. Os três estão chateados por Gekkō ter escapado, quando alguém passa por eles em alta velocidade. Naruto alcança Gekkō e o derrota facilmente.

Mais tarde, Gekkō é interrogado pela Polícia de Konoha, e Boruto devolve a pesquisa para Katasuke, que está animado por suas Ferramentas Ninja Científicas estarem sendo consideradas valiosas o suficiente para serem roubadas. Ryōgi está preso, mas pelo menos está feliz. Boruto e Shikadai discutem a missão, e Boruto pergunta a Shikadai quando ele o tratará como prometeu.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.