FANDOM


Bunpuku era um sacerdote idoso de Sunagakure e um dos ex-jinchūriki de Shukaku, o Uma-Cauda.

Personalidade Editar

O sacerdote era um homem bondoso e sábio. Embora evitado pelos moradores por causa da besta dentro dele, ele ainda pensava em Shukaku como seu amigo e fez nascer não-vontade do mal no animal. Ele acreditava que as pessoas podem aceitar e compreender um ao outro, mesmo que um deles seja uma besta. Porque ele tratou uma besta com cauda com respeito, ele fez Shukaku lembrar do Sábio dos Seis Caminhos.

Aparência Editar

Mãos de Bunpuku

O Kanji escrito nas palmas das mãos de Bunpuku.

Ele era um homem idoso e como a maioria dos sacerdotes, sua cabeça era careca. Ele tinha um bigode e barba de comprimento espessos e também tinha olhos fundos de pálpebras pesadas. Seu traje era um geralmente usado por sacerdotes com o comprimento das mangas mais longo e um quimono de cor escura sobre ele. Em suas mãos, ele tinha o kanji para "aceitar" (受, ukeru) e "coração" (心, kokoro) gravado por seu mestre.

História Editar

Passado Editar

Shukaku e Bunpuku

Shukaku conversa com Bunpuku.

Antes da distribuição das bestas com caudas entre os Cinco Grandes Países Shinobi, o Shukaku ficou sob a posse de Sunagakure. A besta foi selada em Bunpuku quando ele nasceu, tornando-o o primeiro jinchūriki do Shukaku.[2][3] Como todos jinchūriki, ele era temido e desprezado pelos aldeões. Seu tratamento foi tão duro que ele foi preso dentro de um calabouço. Durante uma conversa com a besta, Shukaku perguntou a seu hospedeiro se ele estava chateado com o fato de que todos os aldeões evitavam-o e que ele só podia falar sua própria besta com cauda. O sacerdote observou que se fosse para ser separado do Shukaku, ele morreria, porque ele era um jinchūriki. Shukaku disse ao sacerdote que ele lembrava o Sábio dos Seis Caminhos, trazendo o sacerdote idoso às lágrimas. Ele agradeceu a besta e observou que aquelas eram as palavras mais amáveis ​​que havia recebido até aquele momento. Ele também disse a Shukaku que haverá alguém que vai salvar e guiá-lo no futuro.[4] Eventualmente, Shukaku foi extraído dele, resultando em sua morte.[5] Ao longo dos anos, as pessoas de Sunagakure passaram a acreditar que Shukaku era a encarnação viva do sacerdote.

Habilidades Editar

Como jinchūriki do Shukaku, Bunpuku foi abençoado com as imensas reservas de chakra especialmente fortes ele tinha acesso às habilidades de Shukaku, como a manipulação de Areia. Bunpuku foi capaz de manter o animal sob controle por um longo período de tempo sem apoio extra em uma gaiola para conter a besta. Bunpuku nunca sucumbiu à degradação mental induzida por ser o jinchūriki do Shukaku, por ter um relacionamento melhor com sua besta com cauda. No anime, ele foi dito ser um poderoso usuário de fūinjutsu, como ele conseguiu selar uma besta com cauda dentro de uma chaleira.[6]

Curiosidades Editar

  • Gaara, o mais recente jinchūriki do Shukaku tem o kanji para "amor" (愛, ai) gravado em sua testa. Os dois kanji nas mãos do sacerdote, na verdade, se combinam para tornar a palavra "amor".

Referências Editar

  1. Quarto Databook, página 159
  2. Quarto Databook, página 153
  3. Naruto: Shippūden episódio 394
  4. Naruto capítulo 660, páginas 5-9
  5. Naruto capítulo 261, página 7
  6. Naruto: Shippūden episódio 394
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.