FANDOM


Por favor, note que este é um artigo da Wiki Naruto sobre o capítulo 575. Caso você esteja procurando o artigo sobre o episódio, você deve ir para Vontade da Pedra.

Ōnoki ataca Madara com um golem de rocha gigante, o qual Madara destrói, criando várias flores. Tsunade reconhece a técnica como sendo de seu avô. Gaara suspende os Kage acima do ataque, enquanto Ōnoki levita A. As flores começam a lançar um pólen tóxico. Kabuto pondera sobre como as pessoas que ouviram falar da força de Hashirama Senju o consideram um mito, assim como o Sábio dos Seis Caminhos, e que ele vai mostrar a todos que isso é real. Dodai, Genma e Raidō continuam a perseguir . Tendo dirigido a atenção dos Kage para as flores, Madara usa o Susanoo para derrubá-los por trás, jogando-os em direção as flores, e começa a incendiar o bosque. Mei tenta apagar o fogo, mas entra em colapso devido ao pólen, assim como os outros Kage. Ōnoki se lembra de sua juventude, conversando com o Primeiro Tsuchikage sobre a forte vontade dos shinobi de Iwa. Ōnoki reúne força o suficiente para destruir as flores e ferir Madara. Os outros Kage recobram a consciência a tempo de verem o rosto formado a partir do DNA do Primeiro Hokage no peito de Madara. Kabuto comenta sobre como os experimentos de Orochimaru não são nada em comparação com o seu trunfo final. Em outro lugar, Sasuke detecta alguém nas matas próximas. Tirando sua espada, ele vai para investigar, apenas para ficar chocado ao ver Itachi.

Curiosidades Editar

  • Neste capítulo enquanto conversava com um Ōnoki jovem, Madara é visto com seu Mangekyō Sharingan. De acordo com o cronograma de eventos que afirmou que Madara transplantou os olhos de Izuna antes do tratado de paz entre os Uchiha e os Senju e, como resultado, a fundação da primeira aldeia oculta, porém, ele já deveria ter o seu Mangekyō Sharingan Eterno. Isso foi mais tarde corrigido no anime.[1]

Referências Editar

  1. Naruto: Shippūden episódio 332
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.