FANDOM


Por favor, note que este é um artigo da Wiki Naruto sobre o capítulo 659. Caso você esteja procurando o artigo sobre a técnica, você deve ir para Limbo: Lado da Prisão.

O gosto de seu próprio sangue e a dor que ele sente faz Madara ficar em êxtase, e quando ele começa a se cicatrizar, como resultado de ter o poder de Hashirama, ele observa que ter um corpo vivo o fizera temporariamente ser descuidado. Madara se prepara para realizar uma invocação, o que deixa Kurama apreensivo, recordando quando ele foi invocado por Madara uma vez. Shukaku diz a Kurama para não se preocuparem com um ser humano, levando a raposa a contar para o tanuki a nunca subestimar Madara. Realizando o seu plano, Madara invoca a Estátua Demoníaca do Caminho Exterior de dentro de Obito, embora Kakashi tente arrancar sua cabeça, ele só consegue tirar seu braço direito antes de a estátua ser invocada para o lado de Madara. Madara percebe o dano, e admitindo que o lado oposto tem alguém com um bom dōjutsu, ele conclui que não fará muita diferença. Naruto e as Bestas com Cauda notam a invocação, e que Madara não tem um corpo proveniente da Reencarnação do Mundo Impuro. Naruto supõe que Madara fez Obito trazê-lo de volta à vida. Em outro lugar, Zetsu Negro e Obito discutem sobre o Rinnegan de Madara enquanto o último pula no topo da estátua e concentra seu Rinnegan sobre eles, fazendo com que as Bestas com Cauda sejam arremessadas para trás. O lendário Uchiha, em seguida, faz a estátua usar suas correntes para contê-las antes de declarar que ele vai primeiro extrair Gyūki e Kurama a partir de seus jinchūriki.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.