FANDOM


Por favor, note que este é um artigo da Wiki Naruto sobre a marionete utilizada por Sasori. Caso você esteja procurando o artigo sobre o personagem exclusivo do filme, você deve ir para Hiruko (nukenin).
Hiruko2

Hiruko sem o manto da Akatsuki.

Hiruko (ヒルコ, Hiruko) é uma marionete utilizada pelo membro da Akatsuki, Sasori. Como uma marionete ele servia como a marionete de defesa de Sasori, já que Sasori era capaz de entrar dentro dele. Sasori ainda adornou Hiruko com o manto da Akatsuki, e se escondeu dentro dele com tanta frequência que os outros chegaram a reconhecê-lo apenas quando ele estava o usando. No anime, Hiruko é uma marionete humana feito a partir do corpo de Hiruko, um shinobi do mesmo nome.[1] De acordo com Chiyo, Hiruko era a marionete favorita de Sasori.[2]

Habilidades e Armas Editar

Todas as armas instaladas em Hiruko foram embebidas em um veneno especial criado por Sasori, que iria matar a vítima depois de três dias de paralisia dolorosa.

  • Cauda de ferro usada desde ofensivamente como defensivamente, girando em torno do corpo.
  • Casca pesada para defesa adicional. Uma nova adição desde que Chiyo o viu pela última vez há 20 anos.
  • Shikomi Kugutsu: Shinshin Happa para rápido lançamento de senbon da boca.
  • Kugutsu no Jutsu: Gishu Senbon para lançar estilhaços de senbon em todas as direções. Uma nova adição desde que Chiyo o viu pela última vez há 20 anos.
  • Concede uma voz grave a Sasori.

Curiosidades Editar

  • Hiruko (蛭子) pode ser traduzido como "criança sanguessuga".
  • Hiruko é um Deus Pescador japonês. E pode também pode ser traduzido como "Ebisu"
  • A cauda de Hiruko foi vista em um flashback da infância de Sasori como parte de um fantoche inacabado.
  • Hiruko foi chamado de décima oitava marionete de Sasori. Isso porque "favoritos" (十八番, ohako) se traduz literalmente como "número dezoito".
  • Tanto o boneco Hiruko e o Terceiro Kazekage foram indicados como as marionetes preferidas de Sasori.

Referências Editar

  1. Naruto: Shippūden episódio 20
  2. Naruto capítulo 265, página 5
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.