FANDOM


Ikkyū Madoka (まどかイッキュウ, Madoka Ikkyū) é o atual daimyō do País do Fogo, e pai de Tentō Madoka.

Personalidade Editar

Ikkyū é um homem muito focado em questões profissionais. Ao contrário de dar atenção para seu filho, Tentō, ele tende a ignorá-lo na maior parte do tempo devido às exigências de seu serviço, deixando-o a cuidados de terceiros e presenteando-no sempre que pode. Observado por seu filho, Ikkyū é fascinado pelas técnicas ninjas e seus usuários.[1] Apesar disso, ele ama seu filho, como quando se preocupou com o desaparecimento de Tentō e seu bem-estar posterior.[2]

Aparência Editar

Ele aparenta ser um homem em seu auge, com o cabelo liso e claro. Ele tem cavanhaque e usa inúmeros acessórios em seus dedos, como pode-se ver os anéis, e seu piercing na orelha. Sua vestimenta consiste num kimono simples sobre um terno escuro longo, assim como um haori curto e chapéu. Em suas viagens, Ikkyū usa uma bengala para auxiliá-lo na caminhada.

História Editar

Boruto: Naruto Next Generations Editar

Arco das Excursões Escolares Editar

Artigo principal: Arco das Excursões Escolares No anime, apesar do longo final da Quarta Guerra Mundial Ninja, ainda havia distúrbios civis em outros países como o País das Ondas, levando Ikkyū a trabalhar com essas aldeias para construir mais medidas de segurança.

Arco dos Bandidos Mujina Editar

Artigo principal: Arco dos Bandidos Mujina Ikkyū visita Konohagakure para se encontrar com o sétimo Hokage, Naruto Uzumaki. Após terminar sua ligação, seu filho Tentō lhe mostra os novos cartões colecionáveis do qual tinha comprado. Apesar disso, Ikkyū estava atrasado para a reunião com o Hokage, levando a ignorar seu filho e deixando aos cuidados de Yamaoka. Alguns dias depois, ele ficou horrorizado ao saber do desaparecimento de Tentō. Sabendo das condições para a soltura de Tentō, Ikkyū percebe que a efetivação do sequestro era perfeita e deveria apresentar maiores planos seguintes. Alguns dias depois, ele aprende com horror que Tentō foi sequestrado pelos Bandidos Mujina. Depois de conhecer suas demandas para o retorno seguro de Tentō sendo 500 milhões de ryō e a libertação imediata de todos os criminosos no castelo de Hōzuki, Ikkyū deduz que, com quão sem costura era o sequestro, eles deveriam ter tido espiões com sua comitiva. Desesperado por recuperar seu filho, mas todos querendo parar as demandas de resgate, ele decide jogar com segurança e começar a ganhar dinheiro.

Em última análise, Tentō é salvo pelos genin do time Konohamaru, que também captura todos os Bandidos Mujina. Ikkyū rapidamente foi ver seu filho, feliz por ver que ele estava bem. Como Tentō falou sobre o que ele aprendeu com Boruto e como ele insiste em se tornar um homem forte para sustentar seu pai, Ikkyū fica tão emocionado. Mais tarde, Ikkyū e sua delegação deixam Konohagakure, com o time Konohamaru se despedindo.

Curiosidades Editar

  • Ikkyū (イッキュウ) pode ser traduzido literalmente como "primeira classe".

Referências Editar

  1. Boruto capítulo 12
  2. Boruto capítulo 13
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.