O símbolo de Jashin.

Jashin (ジャシン; Literalmente significa "coração perverso; deus do mal; projeto mal") é o deus adorado no Jashinismo (ジャシン教, Jashinkyō). Um de seus seguidores é o membro da Akatsuki, Hidan. Jashin, de acordo com Hidan, espera que todos os seus seguidores — assim chamados de "Jashinistas" — tragam nada a menos de que a total destruição e morte. Hidan sempre costumava rezar para Jashin antes de uma luta, pedindo uma "boa matança". Se ele não for bem sucedido, ou não tem permissão para matar, ele reza por perdão.

O ritual.

Quando submetido a um sacrifício, Hidan muda de aparência após a ingestão de sangue de seu oponente. Sua pele então fica preta com marcações brancas, representando um esqueleto, um símbolo da morte absoluta. Ele desenha o símbolo de Jashin no chão com seu próprio sangue e fica no centro. Este símbolo é um triângulo equilátero circunscrito (um triângulo de cabeça para baixo com um círculo em torno dele). Uma vez que o ritual de sacrifício é realizado, qualquer tipo de dor ou lesão que Hidan leva também é infligido ao seu sacrifício, seja ele um mero arranhão ou uma perfuração no coração. Esta técnica é chamada de Técnica de Maldição: Controle da Morte pela Possessão de Sangue.

Hidan é a "experiência bem sucedida de técnicas secretas da religião de Jashin", que lhe concede a imortalidade. Ele usa essa vantagem caso contrário fatalmente se ferir enquanto ele está ligado a seus oponentes, a fim de matá-los.

Curiosidades

  • A filosofia e as práticas do Jashinismo são espelhados no culto religioso indiano de Thuggee, cujos seguidores iriam cometer assassinato ritualístico em honra da sua deusa Kali.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.