FANDOM


Por favor, note que este é um artigo da Wiki Naruto sobre a novela. Caso você esteja procurando o artigo sobre a adaptação do anime, você deve ir para Konoha Shinden: Pergaminhos Ninjas das Fontes Termais.


Konoha Shinden: Pergaminhos Ninjas das Fontes Termais (木ノ葉新伝 湯煙忍法帖, Konoha Shinden Yukemuri Ninpōchō; Literalmente significa "Verdadeira Nova História da Folha: Pergaminhos Ninjas das Fontes Termais") é uma light novel escrita por Shō Hinata. Esta novela contém Mirai Sarutobi, juntamente com Kakashi Hatake e Might Guy em sua história. Esta novela decorre em uma fonte termal e ocorrerá entre o Capítulo 700 e o capítulo 1 de Naruto Gaiden: O Sétimo Hokage e o Mês da Primavera Escarlate. Ela serve de elo entre as séries Naruto e Boruto: Naruto Next Generations.

Sinopse Editar

O Sexto Hokage Kakashi se aposenta, Guy busca a juventude eterna, a chūnin Mirai é nomeada sua assistente. O destino desses três é uma... fonte termal!?

Filha de Asuma Sarutobi e Kurenai Yūhi, Mirai Sarutobi é uma kunoichi da nova era, mentora de Shikadai e aprendiz de Shikamaru. Devido aos incidentes que rastejam no País das Fontes Termais, ela é enviada para observar Kakashi e Guy em sua potência máxima!

Situada entre o capítulo 700 e Naruto Gaiden, "Konoha Shinden: Pergaminhos Ninjas das Fontes Termais" é uma novela escrita por Shō Hinata, contendo ilustrações feitas por Masashi Kishimoto-sensei!

Sumário Editar

Editar

A história inicia-se no dia da realização de mais uma Reunião dos Kage que nesta ocasião seria sediada em Konohagakure. Em Konoha, havia uma vigilância e um esquema de segurança fortificado que conferia um ambiente "pesado" fora do habitual para a vila naquele dia. Em meio a tal ambiente, encontravam-se duas pessoas que contrastavam de toda aquela situação e estas pessoas eram: Kakashi Hatake e o cadeirante Might Guy. Aproveitando a sua aposentadoria como ex-Hokage, Kakashi planejou uma viagem para as fontes termais com o seu amigo Guy. Para acompanhá-los e ter a noção da localização de Kakashi durante sua viagem, o Sétimo Hokage, Naruto Uzumaki, designou a chūnin Mirai Sarutobi para ser a assistente deles durante a viagem. Assim, o trio se preparava para partir para sua viagem no mesmo dia da realização da Reunião dos Cinco Kage.

Capítulo 1 Editar

Um Lugar Sagrado (聖地, Seichi)
Mirai Sarutobi, uma guarda-costas frequente de Naruto, foi designada a escoltar Kakashi e Guy enquanto os mesmos estão a inspecionar secretamente a região da fronteira entre o País do Fogo e o País das Fontes Termais. Mirai está profundamente honrada em assumir a responsabilidade de proteger o ex-Hokage, especialmente porque Naruto especificamente a recomendou para essa tarefa. Após preparar seus equipamentos e rezar em frente a uma foto de seu pai, Asuma Sarutobi, Mirai parte de Konoha juntamente com Kakashi e Guy.

Mirai "fantasia" que a missão será de Rank-S e que Kakashi estará sob constante ataque, no entanto a jornada transcorre sem nenhum evento interessante; Kakashi puxa a cadeira de rodas ao longo do caminho, discutindo sobre pássaros e relembrando o passado. Ele caminham insuportavelmente devagar para o contento de Mirai, a qual se sente fora de moda ao vestir roupas simples para não atraírem atenção para eles. Ela brevemente suspeita que um casal idoso era na verdade uma dupla de terroristas secretos, mas acaba tendo que aceitar que o casal, assim como a época em que eles viviam, era bem pacífico. E com a paz, Mirai questiona-se qual era o propósito dela como uma shinobi.

Kakashi, Guy e Mirai fazem uma parada à noite em uma cidade dentro das fronteiras do País do Fogo, mas onde o País das Fontes Termais era pelo menos visível à distância. Kakashi e Guy acabam participando de um jogo de arremesso de objetos ao alvo, porém ambos falham totalmente em atingir os alvos. Mirai fica atormentada com o ocorrido, principalmente após uma garota jovem ganhar o prêmio imediatamente após eles. Enquanto ela se questiona sobre as supostas lendárias habilidades de Kakashi e Guy, a carteira de Kakashi é abruptamente roubada por um batedor de carteira. Mirai persegue o indivíduo, captura-o com a Ilusão Demoníaca: Aprisionamento da Árvore Assassina e o entrega para a polícia local.

Somando ao fato de estar cada vez mais duvidando das habilidades de Kakashi, Mirai fica enfurecida quando ela encontra Kakashi e Guy rindo durante o seu retorno. Kakashi então explica que a carteira era uma armadilha e que não havia nada dentro dela. Kakashi também reitera que ele podia impedir o ladrão com um ataque de relâmpago, mas eles deveriam permanecer discretos e não podiam utilizar jutsu chamativos. Após ter as suas preocupações imediatas resolvidas com as respostas de Kakashi, Mirai permanece com suspeitas em relação ao êxtase de Kakashi com as atrações turísticas, considerando que era algo inapropriado para alguém de sua idade. Quando Kakashi começa a sua busca pelos locais da cidade para conseguir ver a adaptação em filme do Icha Icha Paraíso, Mirai, que não conhecia o livro, pergunta para Guy sobre o que se tratava o filme. Guy fica desconfortável com a pergunta e muda de assunto, sugerindo que Mirai utilize as férias como uma oportunidade para treinar.

Mirai fica profundamente abatida após descobrir que oque ela pensava ser uma missão secreta era na verdade uma história para encobertar e dar a chance de Kakashi e Guy de fazer um passeio por algumas fontes termais. Além disso, ela fica preocupada com oque isso poderia significar em relação à opinião de Naruto sobre as suas habilidades já que ele a designou para esta missão. Apesar disso, ela permanece concentrada na sua função como guarda-costas ao observar Kakashi e Guy de uma distante árvore enquanto eles jantavam. Kakashi aparentava não perceber que Guy estava pegando comida de seu prato, fazendo com que novamente Mirai questionasse as histórias que ela ouviu sobre o Kakashi. Num instante, Kakashi desaparece da mesa de jantar e aparece ao lado de Mirai, surpreendendo-a.

Kakashi convida Mirai para se juntar a eles no jantar e a mesma aceita, notando que era natural que ela estivesse junto no jantar já que ela estava ajudando como assistente. Kakashi repara que Mirai é bem similar ao Asuma quando o mesmo tinha a idade dela e tinha ficado muito rígido nas suas responsabilidades por causa de toda a pressão que estava sobre ele. Eventualmente Asuma acabou sendo capaz de relaxar e Naruto esperava que Mirai também fosse capaz de fazer o mesmo, justificando o fato dele ter a designado para esta missão. Enquanto Mirai ficava sem graça ao ouvir sobre a preocupação que Naruto tinha com ela, Kakashi ainda aponta que Mirai não estava fazendo um bom trabalho ao seguir a parte "secreta" da missão, já que a mesma estava ficando em uma árvore direcionando a atenção para eles. Mirai então se desculpa e se compromete a ter mais diversão assim como Kakashi e Guy estavam tendo.

Capítulo 2 Editar

Festival Estranho (奇祭, Kisai)
Kakashi, Guy e Mirai exploram as estradas que passam pela região fronteira entres os países do Fogo e das Fontes Termais, atualizando os mapas que eles haviam trazido conforme eles necessitavam. Descansando durante a trilha, Kakashi e Guy iniciam um debate sobre oque era superior: a energia física ou a energia espiritual. Já que ambos não chegavam a uma conclusão, eles olham para Mirai com intuito que ela desempatasse a discussão. Ela tenta fazer jogo duplo ao dizer que ambos tinham os seus méritos, mas quando essa tentativa falha, ela logo muda de assunto ao indicar que em breve o dia escureceria.

Kakashi, Guy e Mirai chegam a uma cidade de termais nas proximidades na fronteira. Por conter a mesma quantidade de espaço nos países do Fogo e das Fontes Termais, esta cidade não era considerada pertencente a nenhum dos dois países. Por coincidência, aquele era o dia do Festival da Querela da cidade, uma celebração anual de quando a divindade protetora da cidade ajudou a construir as famosas termas da cidade. Os residentes da cidade não conseguiam concordar entre si se a divindade da cidade era um cachorro ou um gato, e ao longo dos anos o festival se tornou uma oportunidade de reunir os amantes de cães e gatos de todos os cantos para competirem pela superioridade.

Mirai considera bizarra toda a história por trás do Festival da Querela e observa conforme surgiam as discussões entre os amantes de cães e gatos. Mirai fica surpresa quando reconhece Kiba Inuzuka e Tamaki em uma discussão, cada um deles com o seu bando de cachorros e gatos; Kiba e Tamaki ficam igualmente surpresos ao vê-la. Ambos insistem que eles não estavam lá por causa do Festival da Querela, mas sim para visitar as termas da cidade. No entanto, eles discordam sobre qual terma deveriam visitar, àquela dedicada à divindade canina ou àquela dedicada à divindade felina. Por Tamaki ter levado mais gatos do que Kiba tinha levado cães, Kiba oferece-se a ir para as termas dos felinos, porém Tamaki fica irritada por Kiba ter fica com má vontade em relação a isso.

Kiba pede para Kakashi, Guy e Mirai ajudarem a resolver a discussão. Kakashi, tendo o seu próprio ninken, fica ao lado de Kiba, e Guy, determinado a se opor a Kakashi em toda oportunidade, fica ao lado de Tamaki. Mais uma vez, Mirai se vê na responsabilidade de fazer um desempate. Mirai não consegue chegar a uma decisão por admirar muito Kiba e Tamaki para tomar o risco de magoar o sentimento de um deles. Além disso, ela genuinamente gosta de cães e gatos de forma igual, sendo assim desde que Shino Aburame falhou ao tentar fazer Mirai a gostar de insetos quando criança. Mirai tenta fazer jogo duplo ao dizer que tanto cães e gatos tem os seus méritos, porém isso apenas gera mais discussão entre Kiba e Tamaki.

Um dos amantes de cachorro reconhece Kiba pelas histórias sobre ele (muitas das quais foram inventadas pelo próprio Kiba). Os amantes de cachorro então começam a carregar Kiba pela rua principal da cidade enquanto os amantes de gatos, também familiarizados com as histórias, sentiram-se incitados a contemplá-lo. Conforme uma briga entre os dois lados se iniciava, Mirai se preocupava com a tristeza que Tamaki estava visivelmente experienciando e pela angústia que Kiba estava tendo por ter se separado de Tamaki pelos amantes de cães e gatos. Mirai retira Kakashi de todo o conjunto de hostilidade enquanto Guy estava animadamente perdido em meio à briga. Ao trazer Kakashi para uma distância segura, Mirai é encourajada por Kakashi a ajudar Kiba e Tamaki (e Guy), sugerindo que ela tentasse recorrer a um jogo "em cima do muro" entre cães e gatos para resolver a questão entre os dois lados.

Mirai usa a Liberação de Fogo: Pederneira Yagura para atrair a atenção da multidão para a área próxima às termas dos cães e gatos da cidade. Assim que todos estavam olhando, Mirai cria um genjutsu de uma cabeça gigante flutuadora que tinha uma metade com aparência de cachorro e a outra com aparência de gato. Mirai, falando através da cabeça gigante, implora que a multidão interrompesse a briga. As pessoas da cidade imediatamente a reconhecessem como "Gatochorro", a terceira fabulosa divindade da cidade que medeia entre as divindades canina e felina. Antes que Mirai pudesse finalizar sua ação, Guy suspeitando de que se tratava de um monstro, ataca o genjutsu. Mirai fica tão surpresa com o ocorrido que inadvertidamente deixa a ilusão ser dissolvida, e Guy se choca contra a parede que separava as termas dos cães e gatos.

O povo da cidade não reconhece o ato de Guy ao destruir a parede, ao invés disso interpretam o ocorrido como um ato do Gatochorro com o intuito de encerrar as brigas ao tornar as termas dos cães e gatos numa única apenas. Kakashi parabeniza Mirai por resolver as coisas, mas ela sente que havia falhado já que a sua perda de concentração causou o fim do genjutsu antes que ela pudesse propriamente resolver o conflito. Ela é contrariada por Tamaki e Kiba, que haviam reconciliado, agradecendo Mirai pelo oque ela havia feito. Enquanto isso, o povo da cidade enconrta Guy entre os destroços da parede, estando queimado por ter passado pelo Pederneira de Yagura de Mirai. O povo acredita que ele era um mensageiro do Gatochorro e resolvem construir uma estátua em sua homenagem. Mirai e Kakashi juntam-se a Guy e hospedam-se no seu quarto de hotel para se recuperarem.

Capítulo 3 Editar

A Pousada Ryokan Fantasmagórica (幽霊旅館, Yūrei ryokan)
Mirai estava tão animada por achar que estava em uma importante missão ultra secreta que ela não leu apropriadamente os detalhes da missão antes de sair de Konoha. Devido a isso, ela planejou-se para uma missão de duração de dois dias ao invés para vinte dias que era o caso em que ela se encontrava. Por ter trazido suprimentos suficientes para no máximo cinco dias, Mirai contata Konoha e solicita fornecimentos adicionais. Tenten, tendo solicitado umas férias nas termas para ela mesma, recebe a tarefa de levar os suprimentos extra para Mirai. Tenten encontra-os na pousada onde eles estavam permanecendo no País das Fontes Termais após dois dias de viagem.

Enquanto Mirai e Tenten curtem juntas a terma da pousada, Mirai pergunta como a sua mãe, Kurenai, reagiu às notícias do mal entendido cometido por Mirai. Tenten insistiu a afirmar para Mirai que Kurenai na pior das hipóteses tinha considerado a situação engraçada, mas Mirai ainda assim temia levar sermões de sua mãe quando voltasse para casa. Tenten tenta fazer Mirai esquecer tal assunto de sua mente ao perguntar para ela oque achava sobre a sua kunai apropriada para fontes termais que ela tinha inventado. Mirai não consegue pensar numa única razão para precisar de uma kunai numa terma. Tenten percebe que Mirai tinha razão e fica profundamente triste pela inutilidade de sua invenção. Mirai sugere fazer uma propaganda de que a kunai é à prova de ferrugem e portante útil em certos climas, mas Tenten explica que a kunai apenas lida com a humidade das termas.

Como uma última tentativa, Tenten propõe que a kunai seja como um acessório de moda, algo para carregar consigo enquanto banhando-se nua. Mirai não consegue ver a atração nisso, então Tenten pensa em perguntar para Kakashi e Guy. Mirai suplica para que Tenten não pergunte para Kakashi e Guy para não deixá-los com vergonha. Tenten fica satisfeita, já que tal observação provava que Mirai entendia Kakashi e Guy. Tenten fica preocupada que Mirai sofreria para lidar com eles, em particular com o Guy. Elas começam a conversar sobre Guy, com Mirai contando a Tenten sobre a reação de Guy com o Gatochorro. Tenten cria a teoria de que Guy, apesar de sua aparência de bravura e cabeça dura, era na verdade um covarde, e que a razão pela qual ele agia tão impulsivamente o todo tempo era porque ele queria aparentar ser forte assim os outros não se sentiriam com medo. Mirai não fica convencida, mas ambas concordam que, se era verdade, isso apenas faria Guy ser mais incrível do que ele já era.

Enquanto elas retornavam para a sua sala nas termas, Mirai e Tenten veem Kakashi falando no telefone enquanto Guy caminhava pela multidão nas proximidades, aparentemente não querendo ficar em seu quarto sozinho. Tenten tenta convencer Guy a ir para seu quarto, mas ele se recusa e rapidamente desafia Kakashi para uma partida de ping-pong quando sua ligação acaba. Enquanto os dois partiam para sua disputa, Tenten cria um plano para vestir-se e assustar Guy com um fantasma. Ela pede para Mirai ganhar tempo enquanto ela se preparava, mas antes que Mirai pudesse se opor ao plano, Guy lhe pede que marque o placar da partida. Mirai obedece e descobre que o pedido de Tenten para ganhar tempo era completamente desnecessário: o jogo torna-se naturalmente empatado pelo esforço que Kakashi e Guy exerciam e a consequente falta de pontuação para cada lado.

Mirai perde o foco do jogo e ao invés disso pensa sobre a conversa que teve com Shikamaru Nara após ela ter passado pelos Exames Chūnin, quando eles discutiram se fantasmas eram ou não reais. Seu sentimento era de que, por mais que ela desejasse que fantasmas existissem, eles de fato não existem, caso contrário seu pai teria aparecido para ela e revelado sua admiração. Shikamaru reconhece que fantasmas podem não existir, mas argumenta que Asuma mesmo assim continua vivendo; com este propósito, ele a apresentou a marca registrada de seu pai, as Lâminas de Chakra. Mirai fica profundamente tocada pelo ocorrido, não somente por herdar algo de seu pai mas também por receber um presente de Shikamaru. Ela jurou deixá-los orgulhosos.

Guy, ofegando e suando bastante, faz com que Mirai volte a focar neles e diga quem fez mais pontos. Ela confessa que não estava prestando atenção. Guy fica devastado ao ouvir isso, e ainda fica pior ao ouvir de Kakashi que ele havia o derrotado por um ponto. Eles deixam Mirai para trás conforme partiam para a terma, e quando eles se vão, Mirai é imediatamente abordada por Tenten, que tinha se arrumado toda para parecer como um fantasma. Mirai fica sem reação para a aparência de Tenten, desapontando-a. Mirai tenta tranquilizá-la dizendo que poderá assustar Guy, oferecendo ainda qualquer tipo de ajuda que ela precisasse.

Conforme Guy retornava da terma, Mirai fica indefinida entre o desejo de ser uma boa guarda-costas e de ver a brincadeira tendo sucesso. O desejo pelo sucesso da brincadeira prevalece, fazendo com que Guy fique tão assustado quando Tenten aparece à sua frente que, na tentativa de escapar,ele bate sua cabeça contra um pilar próximo e desmaia. Kakashi repreende Tenten por agir como um mal exemplo para Mirai e leva Guy consigo. Tenten se consola pelo fato de não ter assustado Guy o quanto ela podia, como por exemplo ao colocar inexplicavelmente um adesivo misterioso em seu quarto. Mirai é forçada a se desculpar com Tenten, já que ela removeu tais adesivos do quarto de Kakashi e Guy assim que eles chegaram na pousada como parte de sua limpeza de segurança.

Tenten fica estarrecida ao ouvir isso, já que os adesivos que Mirai retirou eram atrativos que a pousada usava para afastar fantasmas. Tenten retorna ao seu quarto com Mirai, temendo oque aconteceria, mas a noite passa sem nenhum incidente. De manhã, Tenten parte para outra terma para fazer propaganda de sua kunai, que acaba ficando fabulosamente bem sucedida como um acessório de moda. Enquanto isso, Guy dormiu mal e continuamente ficou murmurando sobre oque ele havia visto na noite anterior. Mirai tenta explicar que o fantasma era apenas a Tenten, mas isso apenas confundiu Guy dizendo que o homem ensanguentado numa armadura que ficou no quarto de Guy durante a noite não parecia nada com oque Tenten tinha feito com sua maquiagem e fantasia, nem Tenten era capaz de atravessar as paredes. Tal revelação aterroriza Mirai, assim como também fica a equipe gestora da pousada ao saber que Mirai retirou seus adesivos protetores.

Kakashi dormiu profundamente e depois riu sem preocupações das expressões pálidas de todos.

Capítulo 4 Editar

Rocha Gigantesca (巨岩, Kyogan)
Kakashi, Guy e Mirai viajam para a próxima terma na sua excursão, a qual é localizada numa vila remota. Mesmo à distância eles identificam um problema: no exato local onde os mapas indicam que a terma está localizada, há apenas oque eles descreviam como uma rocha do tamanho de uma montanha. Quando eles finalmente chegam na vila, eles perguntam por informações para os moradores e eles são informados de que houve um deslizamento de terra há um mês. Apesar de que a maior parte da sujeira já tinha sido limpa e o pequeno dano de infraestrutura já tinha sido reparado, ninguém podia fazer nada em relação à montanhosa rocha bloqueando a terma.

Por causa do quão pequera a vila era, o País das Fontes Termais não conseguia oferecer muito auxílio. Alguns poucos shinobi de Yugakure foram enviados para ajudar, mas a rocha era muito grande e muito robusta para que eles em pouca quantidade pudessem fazer algo à respeito. Com nada para ser feito, eles passaram os dias ficando bêbados e convidaram Guy e Kakashi para se juntarem a eles. Os shinobi de Yugakure falavam o quão estúpido era ser enviado numa missão na qual eles não podiam completar e argumentavam que suas habilidades seriam mais úteis para investigar recentes sequestros de jovens garotas na área. Eles sugerem que shinobi de Konoha seriam mais apropriados para lidarem com uma rocha, mas resmugam que Konoha nunca enviaria ninguém para realizar tal tarefa de nível inferior.

Mirai fica frustrada ao escutar os shinobi de Yugakure, não por causa que ela não podia revelar que já havia shinobi de Konoha no local (ela mesma, Kakashi e Guy), mas porque as observações e o comportamento dos shinobi de Yugakure a consideram preguiçosa. Conforme ela inspeciona a rocha por conta própria, ela lembra da sessão de treinamento que ela teve há uns dias atrás com filho de Shikamaru, Shikadai. Mirai estava aborrecida pelo o quão pouco interesse Shikadai tinha nas suas lições, uma grande diferença de seu pai que estava sempre ocupado como conselheiro do Hokage. Foi apenas quando Shikamaru apareceu para assistir a prática deles que Shikadai fez algum esforço. Mirai raciocina que os shinobi de Yugakure não eram más pessoas, mas que na verdade eles só precisavam de alguma disciplina e motivação, assim como Shikadai.

Kakashi junta-se a Mirai na sua inspeção da rocha e percebe que, mesmo se eles conseguissem, destruir ou realocar a rocha provavelmente criaria novos problemas. Mirai começa a se preocupar sobre oque esta perda da terma significaria para o futuro da vila, mas Kakashi a interrompe e explica que ainda havia esperança: um certo shinobi que talvez pudesse ajudar estava na região numa missão, e Kakashi já havia solicitado a ajuda dele. Mirai fica aliviada e espera ansiosamente pela chegada deste shinobi no dia seguinte. Guy, enquanto tudo isso, ficava debilitantemente bêbado junto com os shinobi de Yugakure. Mirai entretinha o seu pensamento com a ideia de que o shinobi em questão era Naruto, e acaba ficando surpresa quando descobre que se tratava de Chōji Akimichi.

Os shinobi de Yugakure ficam satisfeitos com a chegada de Chōji mais do que Mirai, cujo conhecimento limitado sobre as habilidades de Chōji a fazia duvidar se ele poderia fazer algo em relação à rocha. Chōji acredita que ele pelo menos podia tentar e depois o saco de batata chips que ele tinha trazido consigo em preparação. Mirai acaba comendo um dos saquinhos de batata de Chōji, oque acaba privando Chōji das calorias que ele precisaria para mover a rocha. Sentindo-se culpada e sem graça, Mirai pede para utilizar uma cozinha na vila para que então ela pudesse fazer uma porção de batatas chips frescas para Chōji. Então Chōji elogia o esforço de Mirai como delicioso, assim como também os shinobi de Yugakure elogiavam-nos por estarem os ajudando.

Ao se sentir satisfeito, Chōji ativa o seu Modo Borboleta, fazendo-o crescer em tamanho. Ele então começa a puxar a rocha, mas ela não se move e não havia mais batatas chips que poderiam lhe oferecer uma potência adicional. Guy, letárgico pela embriaguez, providencia uma assistência para puxar a rocha e e rapidamente juntam-se a ele os shinobi de Yugakure, os moradores da vila, Kakashi e até mesmo Mirai. O esforço combinado deles torna-se o suficiente para empurrar a rocha, permitindo que a terma escoasse e se formasse mais uma vez. Enquanto todos comemoravam o sucesso da restauração da terma, Mirai admirava-se com oque as pessoas, independente de quem são e de onde vieram, podiam realizar quando atuavam juntas. Enquanto ela ponderava isso para Kakashi, ela percebe que Chōji, de volta ao seu tamanho normal, estava faminto novamente. Ela então resolve preparar o tanto de batata que ele queria.

Os shinobi de Yugakure ponderavam que a rocha gigante assemelhava-se a uma batata gigante e sugerem aos moradores que a tornassem o mascote da vila para atrair mais turistas para a terma. Conforme eles iam idealizando todos os produtos relacionados a batata que eles poderiam vender, Mirai realizou o primeiro passo para promover o novo panorama da vila: ela adiciona a rocha para o seu mapa e coloca uma legenda indicando que havia batatas chips no local.

Capítulo 5 Editar

Deus (神, Kami)
Enquanto permanecia em mais uma outra pousada, Mirai usa a terma da pousada à noite. Tatsumi junta-se a ela, a qual estava visitando a terma em memória sua mãe que faleceu recentemente. Mirai e Tatsumi se dão bem juntas e Mirai aprecia poder conversar com alguém de sua idade para variar. Mirai de certa forma fica com inveja de Tatsumi que não era uma shinobi e que, portanto, pode assumir direções em sua vida que não estão disponíveis para Mirai. Entretanto, não ser uma shinobi também significava que Tatsumi não poderia se defender quando precisasse, fazendo com que Mirai lembrasse das falas dos shinobi de Yugakure sobre as garotas sequestradas enquanto viajavam pelas montanhas nas proximidades.

Mirai tenta arbitrariamente alertar Tatsumi sobre os perigos de viajar sozinha, com cuidado de não dar nenhum indício que a revelaria como uma shinobi. Tatsumi não fica preocupada, fazendo com que Mirai deixasse de lado o assunto e confiar que nada de ruim aconteceria. Mirai se levanta para sair, ficando triste já que provavelmente ela não veria Tatsumi novamente antes de partir pela manhã. Tatsumi a aborda antes que saísse, dizendo que havia uma terma nas proximidades onde as pessoas podiam se encontrar com os mortos. Mirai não acredita que era possível até que Tatsumi a lembra quando os mortos foram revividos durante a Quarta Guerra Mundial Ninja. Tatsumi a convida para ir à terma com ela e, seduzida pela ideia da possibilidade de ver seu pai, Mirai aceita.

Mirai troca de roupa, confirma que Kakashi e Guy estavam dormindo em segurança e parte com Tatsumi pela noite. Para que suportassem a longa jornada, elas enchem uma garrafa com a água da terma local, rica em ferro. Tatsumi guia Mirai pelas estradas da montanha e para dentro de uma caverna. Mirai fica brevemente preocupada com o quão escura a caverna era, mas acaba pensando que os mortos provavelmente preferem assim. Elas então finalmente chegam a uma câmara interna acesa com velas onde um grupo de indivíduos encapuzados e mascarados estão reunidos. Mirai fica com certo pressentimento ao vê-los, mas Tatsumi se aproxima do grupo e apresenta o líder do grupo para Mirai, o qual se chamava Ryūki.

Enquanto Tatsumi conversava com Ryūki, Mirai ficava mais preocupada. Tatsumi reafirma para Mirai que Ryūki podia fazer milagres e permitir que seus seguidores falassem com espíritos. Na intenção de converter Mirai, Ryūki lhe oferece uma garrafa d'água para beber. Mirai então joga a garrafa para o lado, supondo que tinha sido colocado algum medicamento para dormir na bebida, fazendo com que os seguidores de Ryūki a segurassem. Ryūki então dá uma bronca em Tatsumi por levar alguém problemático justamente quando ele havia juntado suficientes sacrifícios, o que acabou deixando Tatsumi confusa com essas palavras de Ryūki e com sua mudança repentina de personalidade. Ouvindo isso, Mirai facilmente se livra dos seguidores de Ryūki, revelando-se como uma shinobi de Konoha.

Mirai se desculpa com Tatsumi por não ter sido honesta com ela, e então pergunta a Ryūki se ele estava por trás de todos os recentes sequestros. Ryūki, destemendo Mirai, confirma que sim, explicando que ele tem capturado viajantes ingênuas como Tatsumi com a promessa de milagres para que ele então se tornasse imortal ao sacrificá-las para Jashin. Mirai imediatamente reconhece o termo de quando ela estava lendo um dos documentos secretos do Hokage para saber mais sobre como o seu pai morreu. Mirai não tinha a permissão para ler aquele documento então não pôde ler completamente para que pudesse sentir medo ao ter sido pega, porém ela sabia o suficiente. Com Ryūki avançando contra Tatsumi, jurando cumprir a sua promessa de permitir que ela pudesse ver a sua mãe novamente no além, Mirai intervém, sendo perfurada no ato.

Ryūki reconhece que Mirai, sendo uma shinobi de Konoha, devia ter alguma familiaridade com Jashin, e então explica a sua intenção de seguir os passos de Hidan, afirmando que pretendia acabar com paz que estava consumindo Yugakure, o País das Fontes Termais e o mundo em geral. Mirai lastima Ryūki por se sentir enfadado pela ideia de paz, mas deixa claro as suas intenções de detê-lo. Equipando-se com as lâminas de chakra de seu pai, Mirai começa a atacar o jashinistas com a Andorinha Voadora, destruindo as armas dos rivais e nocauteando alguns deles. Ryūki fica assustado ao ver Mirai em ação, então ordena que seus seguidores usem as sequestradas mantidas no fundo da caverna e as matem se Mirai continuar lutando.

A tática de Ryūki logo torna-se falha, pois os seguidores que ele tinha ordenado foram rapidamente derrotados por Guy. Mirai, enquanto isso, juntava-se a Kakashi, o qual explicou que eles tinham percebido a saída de Mirai da pousada e a perseguiram caso ela ficasse com problemas. Ryūki começa a fugir ao vê-los e Mirai o persegue, deixando Tatsumi com Kakashi. Ryūki já esperava que isso acontecesse e, assim que Mirai ficou próxima novamente, lambe um pouco do sangue provindo da ferida de Mirai e ativa a Técnica de Maldição: Controle Corporal da Manipulação Sanguínea. Apesar das tentativas de Kakashi para alertá-la, Mirai é aparentemente morta pela técnica. Então Mirai se levanta, revelando para Ryūki que oque ele pensava ser o sangue dela era apenas a água da terma que estava na garrafa e que ela fez aparecer vermelha através de um genjutsu. Ela então o ataca com Liberação de Vento: Punho do Redemoinho.

Derrotados, Ryūki e seus seguidores são entregues para Yugakure e as garotas que foram sequestradas estavam libertas. Mirai fica surpresa com o quão rápido Kakashi foi capaz de contatar-se com Yugakure, incitando Kakashi a revelar que encontrar e derrotar os jashinistas eram o seu objetivo desde sempre; Kiba, Tenten e Chōji investigaram diferentes regiões para restringir a área de busca, enquanto Kakashi, Guy e Mirai ficaram como simples viajantes em caso de que isso atraísse os jashinistas. Mirai fica brevemente aborrecida por ninguém ter revelado isso a ela, mas rapidamente percebe que ela teria agido diferentemente de como ela agiu caso ela soubesse e provavelmente não poderia localizar os jashinistas como ocoreu. Em relação aos documentos secretos de Jashin que Mirai havia lido, Kakashi retroativamente retira a confidencialidade deles para que ela não tivesse problemas.

Conforme eles retornavam para a pousada na manhã seguinte, Tatsumi se desculpa com Mirai pela sua parte no que aconteceu, sentindo-se culpada já que Mirai podia ter se ferido por sua causa. Mirai insiste que ela não deveria se sentir assim e que, além disso, foi a água da garrafa de Tatsumi que a ajudou derrotar Ryūki. De certa forma, Mirai sente que devia agradecer a Tatsumi, já que ela recentemente estava preocupada com o propósito que ela como shinobi tinha numa era pacífica que estava vivendo, e Tatsumi lhe dado este propósito, permitindo-a proteger uma amiga e fazendo com que a mesma pudesse sobreviver. Tatsumi gosta da perspectiva de Mirai e decide que ela olhará para o futuro ao invés de ficar estagnada na morte de sua mãe. Guy começa a fazer planos para eles visitarem as termas juntos quando voltarem e Mirai sorri quando Tatsumi ri da ideia.

Editar

Numa pousada no País do Fogo, Kakashi conversa no telefone com Naruto, reportando que eles esperam voltar para Konoha mais tarde naquele mesmo dia. Naruto então avisa sobre a resolução de um outro assunto, e Kakashi fica satisfeito pelo resultado com sucesso. Mirai passa a ser assunto da conversa e Kakashi afirma que as preocupações de Naruto com o fato de ela ser muito sério eram desnecessários, já que tinha realizado muito bem o seu trabalho. Antes de terminar a ligação, Kakashi ainda acrescenta que eles tiveram umas férias gratificantes.

Guy aproxima-se de Kakashi uma vez que ele tinha terminado a ligação e pondera que, por causa de ter conversado com Naruto por muito tempo, eles talvez não cheguem a Konoha antes do anoitecer, o que pode desagradar Mirai. Apesar de Kakashi sentir que a luta de Mirai com o jashinista Ryūki era algo do destino e de estar orgulhoso pelo desempenho dela, ele lamenta que Ryūki tenha sido capaz de usar como o isca o desenho dela de ver Asuma. Ainda assim, Kakashi nota que ele mesmo teria relutado caso Ryūki afirmasse que havia uma maneira de curar as pernas de Guy. Então Guy responde que ele está vivo e que Kakashi ainda era o seu amigo, o que era tudo que ele esperava.

Quando eles localizam Mirai, a mesma aparece brava porque eles estavam atrasados. Kakashi sugere humildemente que eles permaneçam na pousada durante aquela noite, fazendo Mirai concordar com um sorriso; ela já tinha arrumado os quartos para eles e alterado o cronograma deles de acordo com o fato deles passarem mais uma noite na pousada. Kakashi, Guy e Mirai então voltam a "trabalhar" relaxando; a(o) missão/feriado ultrassecreta(o) iria durar mais uma noite

Curiosidades Editar

  • Apesar de conter "Shinden" em seu nome, essa novela não faz parte da série Naruto Shinden.

Links Externos Editar

Novelas
Naruto Menino de Branco, Demônio do Vento de SangueMissão de Proteção a TakigakureGrande Cena de Luta! Coro de Artes Ninja da Princesa da Neve Dattebayo!!Grande Choque! As ruínas Subterrâneas IlusóriasGrande Excitação! O pânico animal da Ilha da Lua CrescenteCastelo da Lanterna Demônio
Naruto o Filme Road to NinjaThe LastBoruto
Naruto Shippūden o Filme Naruto Shippūden o FilmeLaçosAqueles que Herdaram a Vontade do FogoA Torre Perdida
Naruto Hiden Kakashi HidenShikamaru HidenSakura HidenKonoha HidenGaara HidenAkatsuki Hiden
Projeto de Light Novels de Naruto Konoha ShindenNaruto ShindenSasuke Shinden: Estrela de Mestre e PupiloShikamaru Shinden
Naruto Shinden Itachi Shinden: Livro da Luz ResplandecenteLivro da Noite SombriaSasuke Shinden: Livro da Alvorada
Outros Naruto Jinraiden: O Dia que o Lobo UivouNaruto: A Lenda de Um Ninja DeterminadoA Lenda do Shinobi de Coração Puro
Boruto O Novo Ninja de Konoha Voando no Céu Azul!Uma Chamada das Sombras!Aqueles que Iluminam a Noite Shinobi!Registros de Sangue ao Vento em Excursões EscolaresO Último Dia na Academia Ninja!

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.