FANDOM


Vendo seu antigo corpo como uma marionete, Sasori diz que ele é inútil, pois agora ele tem um corpo que nunca apodrece ou decai. Sasori liga suas linhas de chakra à Shin. Depois de usar o Byakugan, Hoheto avisa que Shin tem argila explosiva no estômago e, Ittan avisa que a argila é desativada pela Liberação de Relâmpago e, Omoi diz que conhece alguns. Quando mandado, Ittan faz um abrigo de rocha e cerca Kiri com os feridos. Então, a marionete Sasori, controlada por Kankurō luta contra Shin, controlado por Sasori.

Omoi e Kankuro atacam Shin

Omoi e Escorpião atacando Shin.

Com sua espada com Liberação de Relâmpago, Omoi tenta atacar, mas Shin desvia. Então, Deidara ativa a explosão de Shin, mas Kankurō usa a Técnica Preta Secreta: Salamandra e, abafa a explosão. Apesar da explosão ter sido abafada, ela causa alguns danos, como Sai cai no chão, deixando todas suas coisas caírem. Quando Deidara reclama, se referindo Shin como "a bomba", Sai se revolta, e Deidara o provoca, enquanto Shin se regenera. Shin fala que não quer ferir Sai, e fala que se livrou da raiz e, Sasori diz que o sistema da organização se pareceu com a vida dele. Quando Sai começa a desenhar, Deidara debocha da arte, e diz que ele mostraria a sua arte, e Sai raivoso, fala que ele pode tentar. Sai desenha um pássaro, que acaba fazendo pressão para o seu livro abrir na página onde está ele e Shin de mãos dadas, e olhando o livro, Shin se lembra de um dia de sua infância.

Os reis atacando

Os reis atacam Deidara e Sasori.

Subindo no pássaro, Deidara vai fazendo um novo desenho, que são os Reis Benevolentes que, acertaram Sasori e Deidara. Quando os dois caem, eles são presos pela Técnica Preta Secreta: Maquinário de Tiro Triplo de Kankurō, e quando Deidara diz que vai se explodir, ele é bloqueado pela Liberação de Relâmpago de Omoi. Quando Sai fica a frente de Shin, dizendo para eles terminarem a luta que eles não tinham acabado antes, Shin se lembra da sua infância na raiz, junto com Sai e, no dia que eles começaram uma luta, mas Shin morreu do coração. Quando Omoi chama Sai, Shin compreende o seu novo nome, e quando ele olha de novo para o livro finalizado, ele diz que eles não vão preparar terminar a batalha. Então, seu corpo vai se desfazendo, e diz para Sai como últimas palavras para ele se agarrar aos companheiros que o chamam pelo próprio nome. Quando Sasori diz que não sente suas linhas, Kankurō diz que a fonte do poder vem da alma, e diz que Sasori já tentou se livrar dela para virar uma marionete, mas ele não mudou totalmente e, diz que ele sentiu isso na marionete Sasori, e que sua alma foi imortalizada, e diz que ele decaiu, ficou ao nível das marionetes que controlava, e diz que ele devia ser um titeriteiro de primeira classe, e não um ninguém que deixa outras pessoas puxarem o seu próprio fio e, diz que, ele já usou Kabuto uma vez, mas agora, Kabuto que estava usando ele, e diz que quando um titeriteiro passa a ser controlado, é o seu fim e, diz que as marionetes e as técnicas que Sasori criou que ficaram para sempre, enquanto existirem futuros titeriteiros, e, diz que é desse modo que, ele queria que sua arte fosse encarada. Ouvindo o discurso, Deidara fica revoltado e, diz para Sasori não ligar para o que ele estava falando. Depois de ouvir o discurso, a alma de Sasori é libertada e, seu corpo começa a se desfazer, mas, antes ele confia à Kankurō as marionetes Mãe e Pai para que, ele use e passe para as próximas gerações. Quando a Divisão de Ataque Surpresa percebe um cadáver entre as cinzas, eles estranham e, até pensam, que Kabuto parou a técnica, mas eles viram que Deidara ainda estavam ali. O abrigo de Ittan se desfaz e, Kankurō diz que aquilo era apenas o começo. Quando Tobi chega e vê Anko capturada, ele estranha, e Kabuto diz para ele ir para a linha de frente, ele se concentraria na técnica. Tobi então deduz que, Kabuto está tentando fazer com que, ele e as forças aliadas se acabem logo, mas pensa que ele é quem estava com Kabuto nas mãos.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.