FANDOM


Com Obito encontrando-se impotente, ele afirma que Rin era sua única luz e esperança na vida e que o mundo começou a mudar depois de sua morte. Minato observa que Obito morrerá depois de ter as bestas com caudas extraída mas a parte Yin da Kurama garante que ele vai sobreviver devido a Estátua Demoníaca dentro dele. Em outro lugar, Madara é subjugado por Hashirama após ataque anterior de Naruto que não conseguiu parar um dano nele. Sem o conhecimento de que o cercam, Madara secretamente coloca seu plano em movimento. Obito tenta emendar seus erros usando a Técnica da Vida Celestial de Samsāra para reviver aqueles que ele matou, notando que ele tinha finalmente entendido por que é que o Nagato lhe tinha traído. No entanto, o Zetsu Negro emerge do solo, e assume o controle do corpo de Obito para forçá-lo a reviver Madara. Sai então faz um esforço para selar o Madara que está impossibilitado, embora a tentativa falhe. Madara é então totalmente ressuscitado, mas isso vem com um preço, os seus olhos começam a se desintegrar; os antigos olhos foram perdidos durante sua vida. Não dando tempo para Madara, Sasuke engolfa-o nas chamas do Amaterasu, porém sem sucesso. Removendo sua armadura, o Madara agora totalmente revivido direciona sua atenção para Hashirama e começa a absorver senjutsu dele. Sasuke então, começa a usar kenjutsu em vez disso, porém ele é facilmente dominado pelo Uchiha mais velho apesar de não ter a visão. Em outro lugar, Kakashi e Minato perguntam-se exatamente o que tinha acontecido e por que do Zetsu Negro ter trazido Madara de volta a vida dos vivos. Como os dois Uchiha continuando a batalha, Madara pede Sasuke para unir forças com ele, mas a proposta é recusada. Após derrotar os seus adversários, Madara de direciona para seu próximo alvo, as bestas com cauda, determinado a caçá-los.

Curiosidades Editar

  • Logo antes de Sasuke apunhalar Madara com sua espada, houve um erro de animação. O olho direito de Sasuke está faltando o design de seu Mangekyō Sharingan Eterno.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.