FANDOM


Indra mostrando suas recém habilidades

Indra compartilhando suas descobertas.

Crescidos, Indra e Asura leem os livros escritos por seu pai referente ao ninshū. Pelo que possa parecer ambos estão exaustos, mas Indra continua lendo os livros a fim de ampliar seu conhecimento sobre a arte espalhada por seu pai. Quando percebe que Asura dormiu, ele coloca um manto em cima de seu irmão para evitar que passe frio, continuando sua leitura, bem como tentando realizar os selos manuais. Com o tempo, Asura e Indra se tornam bastante próximos, um laço fraternal interminável, o que sempre estava induzindo a eles praticarem as mesmas coisas, como o dia de pesca em que Asura conseguiu pescar peixes grandes para o almoço. Nesse tempo, o ninshū tinha o propósito de unir as pessoas como um todo, não sendo utilizado para práticas de batalha, até Indra conseguir criar técnicas e despertar o entusiasmo nos seguidores do ninshū, os fazendo utilizarem o chakra como meio de alcançar técnicas inimagináveis. Quando Asura finalmente conseguiu utilizar uma técnica, ele não consegue moldá-la o suficiente, cortando vários troncos de árvores e jogando-o longe. Os seguidores do ninshū também começaram a praticar mais o chakra, tentando aperfeiçoar suas técnicas, que Indra entendeu como o início do caos, uma vez que ele ensinou algo que poderia trazer ódio pro mundo.

Asura e seus amigos

Asura se encontra com seus colegas após o treinamento.

Quando estava prestes a anoitecer, no pôr do sol, Indra vai até um bosque treinar novos tipos de selos manuais e criar novas técnicas, mas é surpreendido pela presença de Zetsu Negro, que desaparece e emite sons enquanto escondido, questionando o garoto ao mesmo tempo em que lhe dava um aviso. Na manhã do dia seguinte, Indra e Asura treinam suas habilidades em conjunto, iniciando a sessão com clonagens, onde Indra se sobressai. Em seguida, partem para o taijutsu, uma das piores artes em que Asura tinha domínio, novamente levando Indra ganhar de seu irmão mais novo com um golpe certeiro e fazê-lo correr para brincar com seus colegas, assim que o treinamento finalizasse. Depois do treino, Indra pede a permissão de seu pai para treinar sozinho nas montanhas e se retira, dando espaço para Futami comentar que Indra seria o herdeiro de Hagoromo, bem como o dominador principal do ninshū. Enquanto isso, Asura se encontra com seus amigos, que acham algumas pegadas de um javali na trilha do campo. Embora não queira se envolver em problemas, seus amigos inicialmente negam, mas um deles comenta que Asura poderia derrotá-lo com seu ninshū; facilitando a caça para eles.

Zetsu Negro aparece diante de Indra

Zetsu Negro finalmente aparece para Indra.

Nas montanhas, Indra treina sozinho para obter mais domínio sobre sua versatilidade e ninshū, mas é surpreendido pela sensação obscura de Zetsu Negro em um tronco da árvore, fazendo o jovem lançar algumas kunai em sua direção para dispersá-lo — ainda que seja facilmente paradas. Ele, então, pergunta quem era e Zetsu se revela em um traje, comentando sobre o poder oculto que havia dentro do mesmo, complementando que ele apenas despertaria esse poder altamente contemplado caso ele deixasse de amar e levar o ódio como arma principal. Logo, Indra percebe que aquele vagante tinha alguma intenção maliciosa sob Asura, e corre em seus socorros. Os garotos continuam sua caça pelo bosque, até conseguirem encontrar um arbusto onde o javali está. De repente, o javali sai do arbusto e sai correndo atrás de Asura, que corre em linha reta. Em seu trajeto, ele encontra um pedestal enorme, o que lhe concede a ideia de absorver o ninshū e usá-lo em forma de técnica contra o javali, mas a força do animal é forte o suficiente para criar uma rachadura na rocha e quebrá-la, impulsionando Asura voltar a correr pelas árvores até ser derrubado novamente pelo animal. Os dois se encaram, ainda que Asura esteja borrando-se de medo, seus amigos no topo de uma árvore tentam encorajá-lo. O animal, no que lhe condiz, corre até Asura para derrotá-lo, mas seu cachorro, Shiro, o salva entrando na frente e se sacrificando. Em seguida, o javali continua seus golpes e joga Asura metros atrás. Indra aparece posteriormente e realiza selos manuais necessários para formar um relâmpago em suas mãos e cortar o animal.

Futami e Hagoromo comentando sobre os avanços de Indra

Futami comentando com Hagoromo sobre os avanços de Indra após o Sharingan.

Quando conseguem derrotar o animal gigante, Asura corre até seu cachorro e pegar-o em seu colo, sendo recomendado por Indra a fazer um funeral digno ao mesmo, uma vez que este deu sua vida para salvá-lo. Largando parte das emoções, Asura nota que Indra despertou o Sharingan, no qual olha pelo reflexo de uma kunai e se irrita por ter caído na lábia de Zetsu Negro e corre até chegar a uma espécie de bosque abandonado. Chegando ao local visivelmente irritado, o jovem ordena que o vagante apareça e explique o motivo daqueles olhos estarem consigo, mas apenas se informa de que estes olhos seriam a chave para o mesmo descobrir a verdade, bem como ele era o seu "verdadeiro poder" no qual havia se referido antes. Anos se passam e os dois filhos de Hagoromo crescem. Com o despertar de seu Sharingan e suas técnicas se tornando cada vez mais fortes, Indra consegue resultados bons nos treinamentos e se torna instrutor, enquanto seu irmão, do outro lado, continua no mesmo posto, não conseguindo sequer usar o ninshū corretamente. Futami observa que os avanços de Indra tem sido esplêndidos, o que leva a Hagoromo refletir sobre o assunto desconfiadamente. No final de um desses treinos, durante o descanso, Asura toma um pouco de água em uma fonte e ouve a conversa traseira de alguns seguidores, comentando explicitamente que Indra era muito habilidoso, mas muito rígido o que seria péssimo para um instrutor de ninshū, assim como Asura era muito amigável, mas nada agradável nas habilidades.

Indra derrota todos os seguidores do ninshu

Indra derrota todos os seguidores do ninshū em seu último treinamento.

Pensando nisso, no final do dia, no tempo em que Indra saia para ir as montanhas treinar como sempre fazia, Asura comenta o fato de ele ser um pouco rígido com os outros e pede que ele revisse o método como ele torna principal para transgredir o legado de seus pais. De noite, Indra continua tentando criar novos selos manuais para formar mais técnicas, mais novas e úteis, mas, a aparição de Zetsu Negro novamente volta a lhe incomodar. Ao contrário de suas aparições anteriores, Zetsu não se conforma que Indra não o agradeceu pelo Sharingan ainda, também mencionando que os sonhos que possivelmente Indra possa ter tido são verdadeiramente reais, caso ele tornasse-os e, como seu poder estava se tornando cada vez mais forte, em alguma parte do tempo, Indra superaria seu pai, da mesma maneira que superou Asura, o qual não foi capaz de absorver todo o poder concedido por Hagoromo e ficou na mesmice de sempre. No dia seguinte, mais um treinamento é proposto, mas devido à rigidez e egocentrismo de Indra, nenhum dos seguidores do ninshū é capazes de derrotá-lo ou continuar mantendo a vontade de treinar com alguém tão egoísta. Desdenhoso, Indra sai do salão de treinamento e é parado por Asura, perguntando sobre o motivo dele não ter pensado em sua proposta de se tornar alguém mais relaxado em questão do treinamento, mas é interrompido antes que possa terminar e calado por uma estúpida resposta de Indra dizendo que o poder era o que tornava as pessoas fortes.

Curiosidades Editar

  • Neste episódio há algumas curiosidades peculiares, como:
    • O cachorro de Asura se assemelha a outro cachorro encontrado dentro de um rio por Naruto.
    • A aparência de Zetsu com seus vestes se assemelha com Snorunt, um pokémon da série com o mesmo nome.
  • O Sharingan de Indra aparece totalmente formado enquanto treina com os seguidores do ninshū, porém, mais tarde é corrigido, voltando a ter apenas dois tomoe.

Iniciar uma Discussão Discussões sobre Naruto Shippūden - Episódio 465: Indra e Asura

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.