FANDOM


 
(2 edições intermediárias de 2 usuários não apresentadas)
Linha 9: Linha 9:
 
|Lançamento = Japão: 19 de Janeiro de 2017
 
|Lançamento = Japão: 19 de Janeiro de 2017
 
|Personagens = {{Ícone|Kirigakure}} [[Gengo]]<br>[[Komori]]
 
|Personagens = {{Ícone|Kirigakure}} [[Gengo]]<br>[[Komori]]
|Jutsu = ''[[Genjutsu da Palavra Pronunciada]]''}}
+
|Jutsu = [[Ilusão Demoníaca: Encantamento de Persuasão]]}}
 
[[Arquivo:Rō,_Soku_e_Shikamaru_disfarçados_de_camponeses.png|thumb|left|Rō, Soku e Shikamaru disfarçados percebem os nukenin do País do Silêncio.]]
 
[[Arquivo:Rō,_Soku_e_Shikamaru_disfarçados_de_camponeses.png|thumb|left|Rō, Soku e Shikamaru disfarçados percebem os nukenin do País do Silêncio.]]
[[Sai]] é preso em um [[Genjutsu da Palavra Pronunciada|forte genjutsu]] que tenta lhe converter ao citar a presença primordial de [[Sasuke]] ao invés da dele no [[Time 7]]. Não se importando nem um pouco com suas emoções relacionadas ao time, Sai é obrigado a ver uma antiga réplica sua chorando por estar em completa solidão. Próximo de entrar na área que circunda a fortaleza de Tobari, [[Shikamaru]] e [[Rō]] veem que a casa onde Sai e os outros companheiros se juntaram anteriormente. A fim de seguir seu plano, [[Hinoko]] revela-se vestindo uma roupa de aldeã simplista. Shikamaru consegue ter posse de uma pequena carroça que ajudaria no disfarce. Esse disfarce requer confiança, o que faz Shikamaru se juntar com os dois novamente para lhes explicar como a missão era crucial ter um êxito, até mesmo devido as mortes dos outros membros da [[Anbu]] que possivelmente foram assassinados. Hinoko não gosta das palavras de Shikamaru, mesmo Rō achar interessante o fato do último estar se esforçando para ser um bom líder. Na floresta ao lado deles, alguns ninjas do [[País do Silêncio]] começam a se mover rapidamente. Antes que Shikamaru ou Rō percebam sua ligeira movimentação e colocassem o disfarce à prontidão para não serem pegos, Hinoko dispara uma lança em um dos inimigos, matando-o fatalmente no mesmo instante. O outro, que começa a fugir, é seguido por outra lança de Hinoko. Vendo-se encurralado, ele tenta tirar proveito da baixa guarda de Rō, mas sem conhecer as habilidades da jovem garota, a lança o atinge no peito, abatendo-o e, subsequentemente, destruindo a carroça da qual serviu como colchão para amortecer sua queda do alto. O disfarce estava arruinado, de qualquer forma.
+
[[Sai]] é preso em um [[Ilusão Demoníaca: Encantamento de Persuasão|forte genjutsu]] que tenta lhe converter ao citar a presença primordial de [[Sasuke]] ao invés da dele no [[Time Kakashi]]. Não se importando nem um pouco com suas emoções relacionadas ao time, Sai é obrigado a ver uma antiga réplica sua chorando por estar em completa solidão. Próximo de entrar na área que circunda a fortaleza de Tobari, [[Shikamaru]] e [[Rō]] veem que a casa onde Sai e os outros companheiros se juntaram anteriormente. A fim de seguir seu plano, [[Hinoko]] revela-se vestindo uma roupa de aldeã simplista. Shikamaru consegue ter posse de uma pequena carroça que ajudaria no disfarce. Esse disfarce requer confiança, o que faz Shikamaru se juntar com os dois novamente para lhes explicar como a missão era crucial ter um êxito, até mesmo devido as mortes dos outros membros da [[Anbu]] que possivelmente foram assassinados. Hinoko não gosta das palavras de Shikamaru, mesmo Rō achar interessante o fato do último estar se esforçando para ser um bom líder. Na floresta ao lado deles, alguns ninjas do [[País do Silêncio]] começam a se mover rapidamente. Antes que Shikamaru ou Rō percebam sua ligeira movimentação e colocassem o disfarce à prontidão para não serem pegos, Hinoko dispara uma lança em um dos inimigos, matando-o fatalmente no mesmo instante. O outro, que começa a fugir, é seguido por outra lança de Hinoko. Vendo-se encurralado, ele tenta tirar proveito da baixa guarda de Rō, mas sem conhecer as habilidades da jovem garota, a lança o atinge no peito, abatendo-o e, subsequentemente, destruindo a carroça da qual serviu como colchão para amortecer sua queda do alto. O disfarce estava arruinado, de qualquer forma.
   
 
[[Arquivo:Shikamaru_tenta_obter_informação_com_o_viajante.png|thumb|Shikamaru tenta obter informações com um viajante.]]
 
[[Arquivo:Shikamaru_tenta_obter_informação_com_o_viajante.png|thumb|Shikamaru tenta obter informações com um viajante.]]
Linha 31: Linha 31:
 
[[es:Nubes Oscuras]]
 
[[es:Nubes Oscuras]]
 
[[Categoria:Episódios]]
 
[[Categoria:Episódios]]
[[Categoria:Episódios Shippūden]]
+
[[Categoria:Episódios (Shippūden)]]
 
[[Categoria:Shikamaru Hiden: Uma Nuvem se Acumulando na Escuridão do Silêncio (Arco)]]
 
[[Categoria:Shikamaru Hiden: Uma Nuvem se Acumulando na Escuridão do Silêncio (Arco)]]

Edição atual tal como às 16h57min de 11 de janeiro de 2020

Rō, Soku e Shikamaru disfarçados de camponeses

Rō, Soku e Shikamaru disfarçados percebem os nukenin do País do Silêncio.

Sai é preso em um forte genjutsu que tenta lhe converter ao citar a presença primordial de Sasuke ao invés da dele no Time Kakashi. Não se importando nem um pouco com suas emoções relacionadas ao time, Sai é obrigado a ver uma antiga réplica sua chorando por estar em completa solidão. Próximo de entrar na área que circunda a fortaleza de Tobari, Shikamaru e veem que a casa onde Sai e os outros companheiros se juntaram anteriormente. A fim de seguir seu plano, Hinoko revela-se vestindo uma roupa de aldeã simplista. Shikamaru consegue ter posse de uma pequena carroça que ajudaria no disfarce. Esse disfarce requer confiança, o que faz Shikamaru se juntar com os dois novamente para lhes explicar como a missão era crucial ter um êxito, até mesmo devido as mortes dos outros membros da Anbu que possivelmente foram assassinados. Hinoko não gosta das palavras de Shikamaru, mesmo Rō achar interessante o fato do último estar se esforçando para ser um bom líder. Na floresta ao lado deles, alguns ninjas do País do Silêncio começam a se mover rapidamente. Antes que Shikamaru ou Rō percebam sua ligeira movimentação e colocassem o disfarce à prontidão para não serem pegos, Hinoko dispara uma lança em um dos inimigos, matando-o fatalmente no mesmo instante. O outro, que começa a fugir, é seguido por outra lança de Hinoko. Vendo-se encurralado, ele tenta tirar proveito da baixa guarda de Rō, mas sem conhecer as habilidades da jovem garota, a lança o atinge no peito, abatendo-o e, subsequentemente, destruindo a carroça da qual serviu como colchão para amortecer sua queda do alto. O disfarce estava arruinado, de qualquer forma.

Shikamaru tenta obter informação com o viajante

Shikamaru tenta obter informações com um viajante.

Como opção estratégica número 2, Shikamaru volta à estaca a zero, trajando-se normalmente como um ninja de Konoha. Os três entram num bar próximo como meio de obter informações sobre Tobari. Shikamaru vai até o balcão para pedir uma água, como passe inicial para pedir informações, mas, rudemente, ele é esquivado pelo funcionário, que também oferece água usada para consumo. Shikamaru desiste da ideia, e vai até a mesa de um viajante, enquanto Hinoko e Rō sentam-se na mesa ao lado. O viajante está jogando shōgi, tornando mais fácil para Shikamaru se envolver. Eles iniciam uma partida enquanto discutem sobre Tobari. O velho viajante acaba declarando que é necessário um passe para entrar e sair das fortalezas de Tobari, dizendo que conseguiu entrar simplesmente para pedir ajuda ninja. Shikamaru questiona o motivo de pedir ajuda dos ninjas do País do Silêncio, mas para o viajante, ninjas são ferramentas que não importam seu real valor. Esse ponto da conversa irrita Hinoko, que levanta para tentar assustá-lo com sua técnica, embora Shikamaru abandone a conversa — e o jogo — para dar um sermão em Hinoko do lado de fora. Ela, no entanto, deixa claro sua posição a todos que desaprovem os feitos de um ninja, principalmente se for de sua vila natal. Shikamaru não gosta do tom da voz usado por Hinoko e coloca ordem na situação, uma vez que a missão não se tratava de direitos éticos ou sociais, mas a sobrevivência. Shikamaru contesta a competência e cautelosidade de Hinoko, mas ela promete não decepcionar, saindo do local para tomar um copo d' água. Enquanto isso, Rō comenta que Shikamaru não pensou em Hinoko como uma herdeira da paz, esta da qual não teve chance alguma para provar seu poder, como Shikamaru fez na última Grande Guerra. Ele consegue compreender poucos fatos, e pergunta como havia sido para Rō, dado a sua idade. Antes que começasse a contar sobre sua escapada da morte, eles ouvem vozes no piso de baixo pedindo a verificação de identidades, interrompendo a explicação.

Komori salva o Time de Shikamaru

Komori apresenta-se para Shikamaru e seu time.

Shikamaru e Rō tentam buscar Hinoko, mas ela não é realmente pega e consegue se esconder momentaneamente com seus companheiros. Com a situação complicada, Hinoko sugere matar todos, sacando sua espada. Shikamuru a reprende, já que prefere não fazer bagunça e chamar atenção de superiores; o que colocaria tudo à água abaixo. Novamente, os dois começam a discutir por terem ideias diferentes, porém Rō os chama para o subsolo do estabelecimento, com a ajuda de um garoto que trabalha neste. Com todos sendo revistados no piso de cima, Shikamaru e os outros, no de baixo, conversam com o garoto, o qual manifesta sua raiva pela arrogância dos ninjas de Tobari, e seu nome: Komori. Eles tentam se identificar, mas Komori recusa, uma vez que ao saber seus planos seriam revelados, caso quando se tornasse refém. Komori ouve um barulho e pede silêncio, só que apenas se tratava de um roedor. Shikamaru pergunta como poderia contornar o ponto de inspeção de Tobari, entretanto Hinoko sai brava, chamando atenção de Shikamaru. Ele tenta falar com ela e, novamente, fazê-la entender os riscos, mas ela não se importa com suas regras. Hinoko cogita trair Konoha e rumar sua carreira ninja para o País do Silêncio, supondo que teria mais liberdade de escolha. Shikamaru esbraveja por ser tão ingênua, como um crime desses levaria a uma pena severa após o capturamento do indivíduo. Rō intervém dizendo que Hinoko não estava sendo verdadeira. A garota entra de novo no estabelecimento e se senta na escada, quando os ninjas inspetores já partiram.

Soku se apresenta no portão de Tobari

Soku se apresenta no portão de Tobari.

Algum tempo depois, Komori vai limpar as escadas onde Hinoko está, e começa a contar seus sonhos, embora Hinoko não esteja interessada em ouvi-lo. Observando tudo de longe, Shikamaru parece irritado com a forma que Hinoko age, e Rō persiste dizendo que sua personalidade não é um problema. No mesmo momento, Hinoko se sente mais satisfeita para conversar calmamente com Komori, e conta suas intenções e explica seu ponto de vista em relação a paz estabelecida. Komori dá apoio a ela. Hinoko retorna para perto de seus companheiros, mas, na medida em que se aproximam do local onde conversam, ela para para ouvir sua conversa: tirá-la do caminho caso viesse atrapalhar. Servindo como uma afronta, Hinoko se sente traída. Komori tenta acalmá-la, expondo uma maneira de passar o ponto de inspeção sem ser notados pelas autoridades do país. Quando Hinoko parece ir sozinha, Komori volta para ver Shikamaru e Rō, e rapidamente é descoberto vigiando-lhes. Komori tenta usar como desculpa a busca pelo roedor nos corredores, porém Shikamaru percebe que o menino ajudou a Hinoko escapar para ir até o ponto de inspeção se vender para o País do Silêncio e destruir o sistema por dentro. Temendo o que fez, Komori fica chateado, enquanto os dois ninjas de Konoha partem para buscá-la. Neste ínterim, Hinoko se apresenta no portão de Tobari, declarando que desertou de sua vila. Por ser jovem, um grupo de ninjas locais a param usando a idade como argumento. Um deles chega a subestimá-la, sendo derrotado facilmente por sua habilidade. Os ninjas de Tobari veem sua utilidade, e pedem desculpas por imaginar ela sendo uma vigia, como os Anbu de Konoha que vigiaram-os semanas atrás.

Soku derrota Shikamaru

Soku derrota Shikamaru.

Eles perguntam o porquê de Hinoko desertar tão nova, e como as regras desatualizadas se tornaram entendiantes para si, seu motivo não é tão aprofundado. Um dos líderes do grupo diz gostar da performance de Hinoko, principalmente por sua técnica. Apesar disso, ele muda seu comportamento, observando que a mesma técnica que assassinou dois de seus homens mostrou ter graus de ferimentos semelhantes com o feito em seu guarda atual. Previamente encurralada nas próprias mentiras, Hinoko fica sem saída, sendo salva segundos depois por Komori; um dos membros vigiantes dos Iluminados. Komori expõe que a vigiou durante todo o tempo e que viu uma boa pessoa dentro de Hinoko, além de ter se separado do grupo. Shikamaru e Rō chegam em seguida, mas são rodeados por membros de Gengo. Shikamaru aponta Komori como um falso companheiro, mas logo é iniciado um confronto entre Hinoko e Shikamaru, a fim de provar sua lealdade a Gengo. Inicialmente eles tentam batalhar em curta distância, com o uso exclusivo de lâminas, mas Shikamaru é preso pelos braços de Rō, que parece traí-lo juntamente de Hinoko. Ela aproveita a oportunidade para esfaquear Shikamaru. Rō não acredita na situação, e, de imediato, também é esfaqueado. Um dos cobaias de Gengo verifica a circulação de chakra de ambos ninjas, mas sem resultado, Hinoko é aceita no grupo.

Soku desmaia Komori

Soku desmaia Komori dentro de Tobari.

Dentro dos portões, Hinoko é levada até uma sala, por Komori, onde seria interrogada, porém antes de chegarem no local específico, Hinoko cria uma pequena agulha para perfurar o pescoço de Komori e colocá-lo para dormir. Ao mesmo momento, os corpos de Shikamaru e Rō recebem uma revitalização através do esfaqueamento tido antes; sendo tudo uma farsa criada pelos três ninjas de Konoha para se infiltrarem. Shikamaru parabeniza Rō por perceber e testar Komori, colocando uma presença ninja em um roedor, e colocando à prova os sentidos de Komori. Pouco após desse ocorrido, Rō explica os motivos de Hinoko de permanecer como ninja, sem realmente virar uma renegada, fazendo Shikamaru notar sua esperteza. Hinoko aparece atrás de Shikamaru dizendo que poderia matá-lo novamente, caso houvesse a necessidade, assim como avisá-los de que todos os portões estavam abertos por um período de tempo útil para eles entrarem. Eles ficam felizes pelo trabalho em grupo e iniciam a missão pra valer.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.