FANDOM


Pare com o seu raciocínio estúpido! Eu quis dizer que eu vou suportar qualquer dor por meus amigos!! Eu não vou desistir deles!! Talvez eu esteja apenas sendo egoísta, mas… não ter meus amigos aqui… é a coisa mais dolorosa para mim. Ponto final!!!![1]

—Naruto Uzumaki

Os amigos de Naruto

Naruto com seus muitos amigos, aliados e mentores.

Devido à sua natureza amigável, tenacidade, empatia, carisma único e sua capacidade de mudar as pessoas, Naruto Uzumaki construiu muitos relacionamentos ao longo da série que definiram ele e os outros.

Kurama Editar

Naruto se encontra com Kurama

A relação antagônica de Naruto e Kurama.

Um relacionamento que deu forma ao personagem de Naruto, embora involuntariamente, foi com a besta com cauda que estava selada dentro dele desde o dia em que ele nasceu, Kurama — O Nove-Caudas. Porque ele era o jinchūriki da raposa, Naruto foi tratado como um pária pela maioria dos aldeões e seus pares até os seus doze anos de idade. Apesar de descobrir a verdade de sua natureza durante sua luta com Mizuki, foi graças à bondade de Iruka que Naruto se convenceu a continuar tentando ganhar o reconhecimento dos aldeões.

Kurama tinha um ódio intenso em relação aos seres humanos, pois eles haviam tratado a raposa e seus irmãos bestas com cauda como nada mais do que monstros dignos de medo e desdém, bem como armas poderosas para explorar, durante séculos. Desde o seu selamento dentro de Naruto, Kurama, acreditando que ele não seria diferente, conspirou para usar a dependência do jovem shinobi em seu poder para se libertar do selo. Seu relacionamento logo se tornou ainda mais antagônico quando Naruto descobriu que ele poderia potencialmente matar seus companheiros enquanto estava sob a influência da raposa, o que o fez resolver confiar em seu próprio poder e encontrar outras maneiras de ficar mais forte. No entanto, depois de derrotar Pain, Naruto percebeu que, mesmo tendo dominado o Modo Sábio, ele ainda não podia evitar de usar o poder de Kurama e buscou Killer B, o jinchūriki de Gyūki, para aprender a controlá-lo. Com sua mãe e a ajuda de B, Naruto conseguiu derrotar Kurama em combate, separando e tomando a maioria de seu chakra.[2]

Kurama bate punhos com Naruto

A mudança na dinâmica entre Naruto e Kurama.

Durante o início da Quarta Guerra Mundial Shinobi, Kurama tentou incutir dúvida em Naruto, dizendo-lhe que suportar o ódio de uma guerra inteira era fútil e o lembra de sua falha em salvar Sasuke da vingança, mas Naruto refutou com a confiança cheia de que, independentemente do que a raposa achasse, ele ainda faria algo a respeito dele, antes de o jovem shinobi prometer que um dia ele iria resolver o próprio ódio da raposa também.[3][4] Apesar de se irritar por fazer tal afirmação, Kurama, no entanto, acabou desenvolvendo um nível de respeito por Naruto e sua determinação, até mesmo notando que ele era diferente dos seres humanos que ele tinha encontrado anteriormente, permitindo finalmente que Naruto pudesse utilizar o Modo de Chakra do Nove-Caudas sem consequências. Kurama então intencionalmente ajudou Naruto quando um Madara reencarnado estava lutando contra um dos clones das sombras de Naruto e a Quarta Divisão, dizendo que ele prefere escolher Naruto do que ser manipulado pelo Uchiha novamente.[5] Mais tarde, Naruto diz a Son Gokū seu desejo de salvar as bestas com cauda e admitiu que tinha inveja da relação dinâmica de Killer B com Gyūki e queria o mesmo com Kurama.[6] Kurama — tendo testemunhado todos os desafios e esforços que Naruto tinha em sua vida — decidiu ver se ele poderia verdadeiramente ajudar seus irmãos através de suas ações.[7] Quando Naruto libertou com êxito Son Gokū do controle de Obito, Kurama finalmente se convenceu das palavras de Naruto e se ofereceu para fundir seu chakra com o dele como uma coalizão, para o qual o jovem shinobi então removeu o selo que o reteve e felizmente reconheceu a raposa como seu companheiro de equipe de Konohagakure.[8]

Sua relação melhorou muito graças a esta ação, como mostrado quando Kurama provocou Naruto sobre seu primeiro beijo com Sasuke.[9] Dentro desse curto espaço de tempo, os dois ganharam instantaneamente uma maior confiança um no outro, até ao ponto em que Naruto permitiu que Kurama tomasse momentaneamente o controle de seu corpo sem se preocupar.[10] Mais tarde, quando Obito tentou incutir dúvidas em Naruto como uma tentativa de enfraquecer sua determinação, Kurama pediu a Naruto que trocasse mais uma vez de lugar com ele para revelar que ele estava selado dentro de Naruto para dar ao menino a força para detê-lo, enquanto se proclamava como um amigo de Naruto, junto com a confiança na habilidade de seu jinchūriki de viver até o legado que Minato e Jiraiya o deixaram.[11] Quando Naruto caiu em desespero após a morte de Neji, Kurama, com a ajuda de Hinata, conseguiu tirá-lo desse estado lembrando-lhe sobre como seus pais morreram por ele e como Neji também fez sem ter um segundo pensamento sobre como sua vida tem um vínculo inabalável.[12] Mais tarde, apesar da metade Yang de Kurama ter sido libertada de seu selo dentro de Naruto, a raposa concordou sem argumentos com o pedido de Hagoromo para que ele voltasse para dentro de Naruto, mostrando que tinha passado a gostar de sua companhia, apesar de recusar admiti-la aos outros. Dois anos mais tarde, tendo sido restaurado a seu "eu" completo com sua outra metade, Kurama foi mostrado disposto a lutar ao lado de Naruto tanto de dentro de seu subconsciente como ao lado do shinobi, como duas entidades separadas. Em última análise, Kurama está totalmente ajustado para estar dentro de Naruto, sendo capaz de casualmente dormir.

Família Editar

Minato Namikaze Editar

Naruto e Yondaime Hokage

Minato colocando sua confiança em Naruto.

Apesar de não saber que o Quarto Hokage, Minato Namikaze, era seu pai, Naruto havia expressado o máximo de respeito por ele. Apesar de ficar zangado com a entidade de chakra de Minato, uma vez que soube de sua relação e que foi seu próprio pai que selou Kurama dentro dele, Naruto rapidamente superou sua raiva e se orgulhou de ser o filho do Quarto Hokage.[13]

Em seu caminho para a Quarta Guerra Mundial Shinobi, Naruto defendeu seus pais com vigor quando o Quarto Raikage insultou Minato sobre como ele falhou em ser a "Crianças da Profecia" após a sua morte.[14] Naruto também explicou ao Raikage que apesar do fato de seus pais terem morrido pouco depois de ter nascido, seu amor e fé por eles é o que o fez forte.[15]

Mais tarde, Naruto lutou ao lado de seu pai reencarnado contra o Dez-Caudas durante a guerra, onde Minato não só ficou orgulhoso de ver como seu filho tinha se tornado um bom shinobi, mas também se lembrou de quando ele lutava ao lado de Kushina, levando-o para lágrimas de alegria.[16] Após a derrota de Kaguya, Minato e os espíritos dos outros Kage falecidos invocaram a equipe de Naruto, as bestas com cauda, e um Madara inconsciente da dimensão da princesa. Antes de partir, Minato teve uma conversa final com Naruto, felicitando-o por finalmente terminar a guerra e desejou-lhe um feliz aniversário, com Naruto prometendo fazer o seu melhor para seguir os ensinamentos que Kushina e Minato o deixaram.

Kushina Uzumaki Editar

Kushina dá o seu último abraço em Naruto

Kushina agradece seu filho antes de desvanecer-se na vida após a morte.

Durante seu treinamento para controlar o poder de Kurama, Naruto caiu em lágrimas ao ver sua mãe, Kushina Uzumaki, quando sua entidade de chakra veio em seu auxílio. Naruto descobriu que sua mãe é semelhante a ele em termos de personalidade, e também considerou seu cabelo ruivo como "bonito", dizendo que teria sido bom se ele tivesse um cabelo liso e vermelho. Depois de descobrir como seus pais se conheceram, e como eles morreram, além de descobrir o que realmente ocorreu durante o ataque de Kurama em Konoha, Naruto disse a sua mãe que ele poderia finalmente entender o que é sentir o amor dos pais e que ele não os culpava, porque ele é filho deles.[17][18]

Após a partida de seu pai durante a Quarta Guerra Mundial Shinobi, Naruto explicou a Hagoromo como sua mãe Kushina era uma pessoa verdadeiramente boa comparada à Kaguya, uma sem coração.[19]

Dois anos após a guerra, Naruto encontrou um cachecol tricotado por sua mãe e começou a usá-lo para honrar sua memória. No entanto, isso inconscientemente interferiu com as tentativas de Hinata de dar a Naruto um cachecol vermelho que ela tricotou para confessar seus sentimentos por ele. Ele, mais tarde, parou de usar o cachecol de sua mãe na presença de Hinata, depois de perceber seus próprios sentimentos por ela.[20]

Jiraiya Editar

Jiraiya e Naruto

Naruto com seu mentor e padrinho, Jiraiya.

Indiscutivelmente um dos relacionamentos mais próximos que Naruto jamais teve, Jiraiya indiretamente desempenhou um papel em sua vida, mesmo antes de ele nascer, como ele foi o mentor de Minato e Nagato, devido ao fato de ser predito que um discípulo dele seria destinado à grandeza. Ele também foi quem deu a Naruto seu nome, com o menino sendo nomeado com o mesmo nome do protagonista de sua novela "A Lenda de Um Ninja Determinado", tornando-se assim o padrinho de Naruto. Devido à deserção de Orochimaru e ao conhecimento da existência da Akatsuki, Jiraiya foi forçado a deixar a aldeia para espionar a organização e não pôde cuidar de seu afilhado durante os primeiros doze anos de sua vida. Jiraiya só conheceria Naruto anos mais tarde durante o primeiro Exame Chūnin do menino, sendo chamado de "Eremita Pervertido" (エロ仙人, Ero-sennin, TV Brasileira: Sábio Tarado).

Embora em última análise, mais pervertido do que Naruto, Jiraiya tinha muitas semelhanças com seu afilhado: como um desejo de trazer paz mundial e um afeto não correspondido para seus respectivos companheiros de equipe feminino. Desde seu encontro, Jiraiya e Naruto se aproximaram, com o último admirando-o em alta consideração e depois de saber da morte de Jiraiya pelas mãos de Pain, Naruto caiu em uma profunda depressão e chorou. A morte de Jiraiya foi a primeira vez que Naruto sentiu a dor de perder um ente querido. Depois de derramar lágrimas ao ler "A Lenda de Um Ninja Determinado", Naruto confronta o assassino de Jiraiya e a verdadeira identidade de Pain, seu colega discípulo Nagato. Encontrando Nagato cara a cara, Naruto prometeu ter sua vingança contra ele e que ele o mataria para vingar Jiraiya. No entanto, percebendo que isso era semelhante ao caminho que Sasuke tomou, Naruto declarou mais tarde que o que ele herdou de Jiraiya vai ajudá-lo a trazer a paz neste mundo, e que se Jiraiya estava disposto a colocar sua fé nele, então Naruto estava disposto a acreditar, declarando que encontraria a paz para o mundo. Naruto também fez uma sepultura memorial em honra de Jiraiya. Na Quarta Guerra Mundial Shinobi, enquanto Obito e Naruto discutiam sobre sonhos, Naruto respondeu que ele pensava em Jiraiya como um herói.

Hinata Hyūga Editar

Primeiro encontro entre Naruto e Hinata

O primeiro encontro entre Naruto e Hinata.

Em seus dias de infância, Naruto conheceu Hinata Hyūga enquanto se preparavam para se matricularem na Academia.[21] Apesar de não conhecê-la, Naruto se recusou a deixar que três garotos insultassem Hinata e veio em sua defesa, mas ele estava em desvantagem e acabou inconsciente, com os garotos danificando o seu cachecol vermelho. Quando acordou, Hinata agradeceu Naruto por ajudá-la e devolveu seu cachecol para ele, mas ele deixou que ela ficasse com ele.[20] Desde então, Hinata desenvolveu uma forte admiração em relação a Naruto, e porque ele foi tratado como um pária por quase todos na aldeia, ela se viu capaz de se relacionar com seu desejo de ser reconhecido. Ela também estava espantada que, apesar de não ter nada e ninguém para confiar, Naruto nunca desistiu de acreditar que ele poderia se tornar algo grande como um Hokage. Inspirada por sua determinação, Hinata decidiu tentar o seu melhor para se tornar forte para que ela pudesse ser reconhecida também, e adotou o nindō de Naruto de nunca desistir. Sua admiração por Naruto acabou se transformando em amor.

Devido a sua infância socialmente ostracizada, Naruto não sabia que Hinata tinha sentimentos por ele e até mesmo a considerava "estranha" por causa de sua timidez em torno dele. No entanto, sua impressão em relação a ela começou a mudar para melhor durante seus primeiros Exames Chūnin, quando ele testemunhou a determinação inflexível de Hinata para mudar a si mesma e ser reconhecida, torcendo por ela durante sua luta contra Neji depois de ver seu primo tentar abusar verbalmente dela para desistir.[22] Depois que Hinata perdeu a luta, um Naruto enfurecido jurou com seu sangue que iria derrotar Neji em seu lugar.[23] Um mês mais tarde, quando Naruto revelou a Hinata sobre suas dúvidas crescentes sobre sua próxima luta e suas próprias habilidades, ela o tranquilizou dizendo que ele nunca desistiu porque ele sempre teve a força para superar suas próprias falhas. Naruto agradeceu a Hinata por tê-lo feito sair de sua depressão, e lhe diz que mesmo que ele achasse Hinata "estranha", ele realmente gostava de pessoas como ela.[24] Quando Naruto partiu para treinar com Jiraiya, Hinata o observou partir, mas foi incapaz de se despedir dele. Ao partir, ela prometeu se tornar mais forte e trabalhar tão duro quanto ele.[25]

Hinata defende Naruto de Pain

Hinata intervém para proteger Naruto.

Durante o ataque de Pain em Konoha, Hinata entrou imediatamente na luta depois que viu Naruto sendo preso pelo líder da Akatsuki. Preocupada com a segurança dela, Naruto exigiu que Hinata se afastasse da luta, mas apesar de saber que ela não tinha chance contra Pain, Hinata se recusou a sair e confessou seu amor e vontade de proteger Naruto, mesmo à custa de sua própria vida. Ficando sem palavras ao ouvir sua confissão, Naruto imediatamente irrompeu em uma raiva depois que ele viu Pain apunhalar Hinata, permitindo que Kurama assumisse o controle e continuasse a batalha.[26] Mais tarde, uma vez que Kurama foi suprimido, Naruto ficou muito angustiado com a ideia de que ele poderia ter matado Hinata e os aldeões enquanto ele estava sob a influência da raposa, mas ficou aliviado ao saber que ela e os outros ainda estavam vivos.[27] Depois que suas feridas foram curadas por Sakura, Hinata derramou lágrimas de alegria e alívio ao saber que Naruto tinha derrotado Pain e que ele retornou com segurança à aldeia, sendo vista mais tarde sorrindo enquanto todos celebravam a vitória de Naruto.[28][29]

Naruto e Hinata se preparam

Naruto e Hinata se conectam.

Durante a Quarta Guerra Mundial Shinobi, depois que um dos clones das sombras de Naruto ajudou Hinata e a Segunda Divisão a derrotar um grupo de clones de Zetsu Branco, ela começou a lamentar o fato de que ela queria proteger Naruto, mas acabou sendo salva por ele. No entanto, Naruto, devido às habilidades do chakra do Nove-Caudas, viu Hinata lamentando-se sobre si mesma e a tranquilizou dizendo que ela era forte, comentando sobre o seu auxílio contra Pain, o qual ela silenciosamente agradeceu.[30] Mais tarde, quando Obito tentou destruir a crença de Naruto em si mesmo depois que Neji sacrificou sua própria vida para proteger Naruto e Hinata do Dez-Caudas, Hinata tirou Naruto de seu estado de depressão dizendo-lhe que se sua vida estava conectada com todos que compartilhavam suas crenças e que estavam dispostos a se sacrificar por ele, ele não deveria culpar a si mesmo, cedendo ao desespero e fazendo Neji ter morrido em vão, lembrando-lhe de seu nindō compartilhado. Com a ajuda dela e de Kurama, a autoconfiança de Naruto foi restaurada e ele pegou a mão de Hinata, agradecendo-a por ficar ao seu lado antes de transferir o chakra de Kurama para ela e para o restante da Aliança Shinobi.[31]

Dois anos após o fim da guerra, quando o Festival Rinne estava se aproximando, Hinata decidiu confessar seus sentimentos por Naruto tricotando um cachecol para ele, um substituto para aquele que ele deu à ela quando eram crianças. Embora ela tenha terminado o cachecol, Hinata encontrou problemas como a sua própria timidez e a nova competição com as muitas outras admiradoras pela afeição de Naruto. Quando Hinata finalmente fez uma tentativa de entregar a ele, ela viu Naruto usando um cachecol que sua mãe tinha tricotado para ele, o que a fez ficar triste, como ela pensou que foi dado por outra menina. Quando ela fugiu e chorou sobre o cachecol sozinha, ela foi abordada por Toneri Ōtsutsuki, que a capturou com suas marionetes e tentou escapar de Konoha com ela, mas Naruto derrotou as marionetes e a resgatou, com o cachecol que ela fez sendo rasgado durante a batalha.

Naruto e Hinata se aproximam

Naruto se torna mais próximo de Hinata.

Quando Toneri sequestrou Hanabi, Naruto, Hinata, Sakura, Sai e Shikamaru foram destacados na missão para resgatá-la. Mais tarde, quando a equipe ficou presa no genjutsu do Guardião do Portão que arrastra velhas lembranças, o cachecol vermelho — o qual Hinata estava no processo de reparação — se soltou de sua bolsa e envolveu Naruto, compartilhando suas lembranças e sentimentos correspondentes com ele. Ficando completamente perplexo depois de testemunhar o quanto Hinata o amava e o reconhecia, Naruto se tornou ferozmente protetor dela, ficando até mesmo tímido em sua presença. Quando a equipe chegou ao que mais tarde descobriram ser o interior da Lua e enquanto exploravam a área, Naruto viu Hinata tricotando o cachecol vermelho e percebeu que era para ele, fazendo ele decidir parar de usar o cachecol de sua mãe. No tempo que ele passou interagindo com Hinata, Naruto começou a experimentar um tipo especial de felicidade que ele nunca havia sentido antes e percebeu que Hinata era insubstituível e essencial para ele. Eventualmente, em seu momento sozinho, Naruto confessou que ele havia se apaixonado por ela, o que deixou Hinata sem palavras.

Beijo entre Naruto e Hinata

O primeiro beijo de Naruto e Hinata.

No entanto, decidida em salvar sua irmã capturada e destruir o Tenseigan, Hinata, depois de dar o cachecol vermelho para Naruto, saiu com Toneri e fingiu aceitar sua oferta, para grande choque e confusão de Naruto quando ela disse adeus a ele. Enquanto Naruto estava perseguindo-os, ele ficou muito triste porque Hinata não negou a declaração de Toneri de que eles iriam se casar. Depois que Toneri atacou Naruto, drenando quase todo seu chakra, ele foi deixado perto da morte, com o cachecol sendo destruído. Depois de se recuperar três dias depois, Naruto caiu em um estado de grande depressão e chegou muito perto de desistir de tudo, mas Sakura o ajudou a perceber como os sentimentos profundos e inabaláveis ​​de Hinata eram verdadeiros, fazendo sua força mental retornar e decidir partir para resgatá-la. Uma vez que ele se reuniu com Hinata, ela pediu desculpas a Naruto por seu ato anterior, mas ele respondeu que ele entendia por que ela tinha feito isso e que era ele quem deveria pedir desculpas. Quando Naruto e Hinata se reagruparam com o resto da equipe (incluindo Hanabi) depois que os dois destruíram o Tenseigan, Naruto, então, pegou um pequeno remanescente do cachecol tricotado de Hinata que tinha sido rasgado por Toneri, e diz que mesmo em seu estado arruinado, ele o aprecia, o que a deixa à beira das lágrimas de alegria por seu gesto amável.

A Nova Família Uzumaki

A nova família de Naruto e Hinata.

Depois que Naruto derrotou Toneri e salvou o mundo shinobi, Naruto reiterou seu amor por Hinata e declarou que queria estar com ela pelo resto de sua vida, para grande felicidade de Hinata, com ambos tendo o seu primeiro beijo ao retornar à Terra. Depois de vários meses de namoro, Naruto e Hinata casaram e acabaram tendo dois filhos.[20][32][33][34] Quando Naruto se tornou Hokage, Hinata continuou a apoiá-lo com suas responsabilidades e tentou manter Boruto e Himawari felizes, apesar de suas frequentes ausências, embora ela mesma também desejasse que seu marido estivesse em casa. Após o ataque de Momoshiki Ōtsutsuki, a agenda de Naruto diminuiu e ele conseguiu passar mais tempo em casa, tornando Hinata mais feliz novamente.[35]

Filhos Editar

Naruto com sua família

Naruto e Hinata com seus filhos.

O primeiro filho de Naruto é um garoto indisciplinado chamado Boruto, e seu segundo filho é uma garota adorável chamada Himawari. Naruto é mostrado ser um pai amoroso com seus filhos, brincando frequentemente com eles sempre que tem tempo livre.[20]

Embora Boruto amasse seu pai e estivesse contente quando eles passavam tempo juntos, seu relacionamento tinha sido tenso desde que Naruto se tornou o Sétimo Hokage. Devido as muitas responsabilidades do trabalho que impediam Naruto de estar por perto todo o tempo, Boruto acabou se sentindo negligenciado e se tornou ressentido com o título de Hokage, declarando-o como apenas adequado para aqueles sem entes queridos. Os métodos de Boruto para lidar com isso eram numerosos; Ele fazia travessuras para chamar a atenção de seu pai, se esforçava para superá-lo para desvalorizar seu legado, e fingia desinteresse sempre que Naruto tentava se conectar com ele. Quando ele foi pego enganando e desqualificado dos Exames Chūnin por usar o Kote, Boruto culpou seu pai por suas ações, porque ele nunca tinha tempo de dar uma palestra adequada. Eventualmente, depois que Boruto foi exposto às complicações da vida de seu pai, a natureza brutal do mundo ninja, e testemunhou como o trabalho duro pode fazer um shinobi respeitável, ele finalmente compreendeu e perdoou a ocupada agenda de seu pai, respeitou o título Hokage e parou de tentar tomar as opções fáceis na vida. Mais tarde, o relacionamento de Boruto com seu pai melhorou significativamente ao ponto onde Naruto passou à ter mais tempo para ficar em casa e Boruto desejou que seu pai fizesse seu melhor no trabalho.[35]

Em contraste com seu irmão mais velho, Himawari mostrou ser muito madura para sua tenra idade, como ela era bastante paciente, apoiadora e tendo uma compreensão com seu pai, que era muitas vezes ausente devido aos seus deveres de Hokage. No entanto, ela também sentia muita falta dele e ficou triste quando ele enviou um clone das sombras como um substituto para sua festa de aniversário, e ficou preocupada quando ele desapareceu durante sua luta com Momoshiki e Kinshiki Ōtsutsuki.[35]

Ninjas de Konoha Editar

Os aldeões de Konoha como um todo tiveram uma mudança drástica na maneira que eles vêem Naruto: movendo-se do que eles viam como uma ameaça por causa de Kurama estar selado dentro dele, a um cidadão/herói de Konoha com quem eles realmente se preocupam e chegam até mesmo a arriscar suas próprias vidas para garantir que ele esteja seguro.[36][37] Dois anos após o fim da guerra, com Naruto se tornando um herói para o mundo inteiro, ele ganhou muita fama e popularidade em todo o país, recebendo regularmente presentes dos aldeões e mulheres interessadas por ele, incluindo os visitantes que vieram de diferentes partes do mundo apenas para vê-lo.[20]

Iruka Umino Editar

Iruka conforta Naruto

Iruka conforta Naruto após a morte de Jiraiya.

Como foi por causa da morte de seus pais pelo ataque de Kurama que ele sofreu uma infância miserável, Iruka Umino inicialmente achou difícil se tornar professor de Naruto, antes de finalmente decidir ser rigoroso com o menino para que ele pudesse trabalhar mais e alcançar seu potencial. Com o tempo, após descobrir com Hiruzen que o menino fazia suas travessuras para ser reconhecido, assim como ele próprio fazia em sua juventude, Iruka entendeu a solidão de Naruto e saiu do seu caminho para se conectar com o garoto fora da sala de aula — tratando Naruto como um irmão mais novo. Como resultado, depois que Naruto soube de seu papel como jinchūriki e que Kurama foi o responsável pela morte dos pais de seu professor, Iruka acreditava com confiança em Naruto como um shinobi de sua aldeia e nada mais, tornando-se a primeira pessoa a fazê-lo. Em última análise, Naruto começou a olhar para Iruka como uma figura paterna, como ele comentou para Sasuke no Vale do Fim.

Mesmo depois que Naruto se formou, Iruka continuou a levar seu ex-aluno ao Ramen Ichiraku sempre que ele retornava de uma missão. Embora momentos como esse lhe permitissem uma oportunidade de ver como Naruto estava se desenvolvendo como um shinobi, Iruka ainda tendia a se preocupar com ele. Durante a Quarta Guerra Mundial Shinobi, Iruka estava entre os shinobi designados para manter Naruto longe do exército de Obito e impedir tanto ele como Killer B de irem até a guerra, mesmo que para isso eles tivessem que usar a força. No entanto, uma vez que Naruto soube da guerra, Iruka tentou convencê-lo a não participar da luta, porém, Naruto o lembrou da confiança que Iruka tinha nele anos atrás. Após aparentemente capturar Naruto, Iruka colocou secretamente uma mensagem no protetor de testa de Naruto dizendo para o seu ex-aluno voltar vivo. Naruto, ao ler a mensagem, engoliu-a para manter as palavras de seu sensei perto dele. Iruka foi assegurado por Killer B que ele e seus ensinamentos estavam com Naruto em seu coração.

Dois anos após a guerra, quando Naruto estava se casando com Hinata, ele pediu a Iruka para ser seu "pai" para a cerimônia, fazendo Iruka ir às lágrimas.[34] Anos mais tarde, Iruka assistiu com orgulho enquanto Naruto finalmente conseguiu seu sonho de vida em se tornar Hokage. Iruka também observa que o filho de Naruto, Boruto, tende a ironicamente agir como seu pai em criar travessuras para chamar a atenção de Naruto.

Hiruzen Sarutobi Editar

Hiruzen e Naruto

Naruto e Hiruzen.

Naruto foi cuidado por Hiruzen Sarutobi após a morte de seus pais. O Hokage manteve a identidade de seus pais em segredo e lhe deu o sobrenome de sua mãe. Ele pediu à aldeia para nunca revelar nada sobre Kurama para Naruto ou as outras crianças. Naruto foi inspirado pelos Hokage, originalmente devido ao respeito que receberem, incluindo Hiruzen, e esperava se tornar Hokage algum dia. Muitas vezes ele ficava sob a pele de Hiruzen com os distúrbios que ele fazia com suas brincadeiras ou com o uso da Técnica Sensual, a última das quais muitas vezes fazia Hiruzen sofrer de hemorragias nasais devido ao fato de ele ser um pervertido enrustido. Apesar de sua relação única, Naruto se preocupava profundamente com Hiruzen e ficou muito triste com sua morte súbita, a qual ele ofereceu seus respeitos ao Hokage na cerimônia pelos sacrifícios que ele fez para a aldeia. Da mesma forma, ele foi muito verbal sobre sua raiva para com as pessoas insultando a memória de Hiruzen. Graças aos ensinamentos e valores de Hiruzen, Naruto continuou a ajudar e proteger a aldeia depois da sua morte.

Durante a Quarta Guerra Mundial Shinobi, quando um Hiruzen reencarnado salvou Naruto de quase morrer para o Dez-Caudas em sua forma de árvore, um Naruto semi-consciente o agradeceu sinceramente, feliz por vê-lo novamente.

Depois de assumir o cargo de Sétimo Hokage, Naruto adotou a mentalidade de Hiruzen de que, independentemente da relação de sangue ou não, as pessoas da aldeia eram sua família; Uma mentalidade que ele constantemente retransmitiria para a próxima geração.[38][39]

Konohamaru Sarutobi Editar

Naruto e Konohamaru

Naruto e Konohamaru.

Embora ele e Naruto tenham tido um começo áspero quando eles se conheceram pela primeira vez, Konohamaru Sarutobi é a segunda pessoa a reconhecer Naruto como ele é. Isto foi devido a Naruto não ver Konohamaru simplesmente como o neto de Hiruzen, como todo mundo em Konoha originalmente fazia. Embora ele fingisse ser o rival de Naruto para a posição de sucessão do Hokage, Konohamaru claramente tem uma amizade profunda e compreensiva com ele. Tendo treinado sob a tutela de Naruto para aprender a Técnica Sensual, Konohamaru inventou suas próprias variações da técnica de transformação pouco ortodoxa. Em algum momento, Naruto lhe ensinou o Rasengan, estabelecendo ainda mais uma relação fraternal de mentor-aluno.[40] Eventualmente, Konohamaru se tornou o sensei do filho de Naruto, Boruto e, mais tarde, lhe ensinou o Rasengan.[35]

Time 7 Editar

Sasuke Uchiha Editar

Sakura Haruno Editar

Kakashi Hatake Editar

Sai Editar

Yamato Editar

Outros dos 11 de Konoha Editar

Shikamaru Nara Editar

Rock Lee Editar

Neji Hyūga Editar

Hokages Editar

Hiruzen Sarutobi Editar

Minato Namikaze Editar

Tsunade Senju Editar

Antigos Ninjas de Konoha Editar

Itachi Uchiha Editar

Obito Uchiha Editar

Não-Ninjas de Konoha Editar

Zabuza Momochi e Haku Editar

Nagato e Konan Editar

Jinchūriki e as Bestas com Cauda Editar

Gaara Editar

Killer B Editar

Familia Editar

Kushina Uzumaki Editar

Minato Namikaze Editar

Jiraiya Editar

Referências Editar

  1. Naruto capítulo 628, páginas 9-10
  2. Naruto capítulos 496-499
  3. Naruto capítulo 538
  4. Naruto capítulo 539, páginas 1-4
  5. Naruto capítulo 561, páginas 13-14
  6. Naruto capítulo 568, páginas 15-17
  7. Naruto capítulo 569, páginas 12-17
  8. Naruto capítulo 570, página 15
  9. Naruto capítulo 572, página 8
  10. Naruto capítulo 594, páginas 4-5, 12
  11. Naruto capítulo 597, páginas 15-17
  12. Naruto capítulo 615, página 13
  13. Naruto capítulo 440, páginas 6-7
  14. Naruto capítulo 541, páginas 10-11
  15. Naruto capítulo 544, páginas 3-8
  16. Naruto capítulo 644
  17. Naruto capítulo 498
  18. Naruto capítulo 504, páginas 14-15
  19. Naruto capítulo 692, página 8
  20. Erro de citação: Marca <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas TheLast
  21. The Last: Naruto o Filme novela
  22. Naruto capítulo 78, páginas 16-17
  23. Naruto capítulo 81, página 8
  24. Naruto capítulo 98, páginas 8-14
  25. Naruto capítulo 238, página 19
  26. Naruto capítulo 437, páginas 8-16
  27. Naruto capítulo 441, páginas 6-7
  28. Naruto capítulo 443, páginas 7-8
  29. Naruto capítulo 450, páginas 4-5
  30. Naruto capítulo 559, páginas 3-6
  31. Naruto capítulos 614-617
  32. After The Last
  33. Sakura Hiden
  34. 34,0 34,1 Konoha Hiden
  35. 35,0 35,1 35,2 35,3 Boruto: Naruto o Filme
  36. Naruto capítulo 422, página 2
  37. Naruto capítulo 426, páginas 12-16
  38. Naruto capítulo 700
  39. Naruto capítulo 700+8
  40. Naruto capítulo 428, páginas 4-6
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.