FANDOM


Remon Yoimura (宵村レモン, Yoimura Remon) é uma nobre do clã Yoimura. Ela é atormentada por uma antiga maldição familiar.

Passado Editar

Remon cresceu ao lado de seu parente distante Kankitsu Akitsuki. Para ajudar a conter a maldição crescente de apagar suas memórias, ela recebeu um grampo de cabelo especial herdado de sua ancestral Kuen. Aos vinte anos, devido à maldição, uma marca apareceu na palma da mão esquerda, colocando-a em risco de gradualmente perder memórias. Por fim, ela foi prometida a Kankitsu para acabar com a maldição por mais cem anos. Logo depois, Remon ficou preocupada com o quão frio Kankitsu se tornou.

Personalidade Editar

Remon é uma moça muito gentil e cortês. Ela gosta bastante de comidas azedas. Uma pessoa muito obediente, ela coloca o bem-estar de sua aldeia antes de seus próprios desejos.

Aparência Editar

Remon tem pele clara, olhos alaranjados com pupilas negras, cabelo comprido loiro amarrado em um coque. Ela usa um vestido rosa com uma fita roxa em volta do colarinho.

História Editar

Boruto: Naruto Next Generations Editar

Arco de Konohamaru Editar

Artigo principal: Arco de Konohamaru Se aventurando sozinha, Remon foi a Konohagakure para se divertir. Ela foi perseguida por seus guarda-costas, mas foi salva por Konohamaru Sarutobi e Boruto Uzumaki. Depois, ela se apresentou, mas mentiu dizendo que apenas esbarrou aleatoriamente naqueles homens. Por ideia de Boruto, eles decidiram mostrar a Remon os pontos turísticos, incluindo o Monumento Hokage e por que era tão importante para Konohamaru. Durante o passeio, Konohamaru e Remon começaram a desenvolver uma atração um pelo outro. Mais tarde, foi revelado que Remon era uma mulher nobre que estava fugindo de seus guarda-costas e tinha a responsabilidade de retornar. No dia seguinte, ela foi abordada novamente por Konohamaru e Boruto com o objetivo de devolver o lenço perdido por ela. Para sua surpresa, Remon sentiu um frio incomum para eles de repente, exigindo nunca mais vê-los.

Eles foram abordados peor Kankitsu. Ele pediu desculpas pela grosseria de Remon antes de pedir firmemente que os dois fossem embora. Depois, para seu desgosto, Kankitsu confinou Remon a uma sala especial e tirou o grampo de cabelo, insistindo que era para o seu próprio bem. Naquela noite, ela foi abordada novamente por Konohamaru e Boruto. Ela revelou que a Vila Daidai foi atormentada por um espírito maligno chamado Sōma, que rouba memórias. Ela explicou que sua ancestral Kuen selou o espírito, mas não antes de ser amaldiçoado por ele, que é passado de geração em geração. O selo fica mais fraco a cada cem anos, e um ritual especial de casamento é exigido pelos descendentes de Kuen para restaurar o selo. Desta vez, deve ser Remon e Kankitsu. Aceitando que essa era a escolha de Remon, Konohamaru levou Boruto de volta à vila depois de devolver o lenço.

Quando o casamento começou, Remon e Kankitsu juntaram suas marcas de nascença para iniciar o ritual. Kankitsu pegou sua espada que deveria cortar um chifre crescente para destruir o selo inteiro. Kankitsu, que revelou ter sido possuído por Sōma, entrou em colapso. Sōma imediatamente recomeçou seu tumulto por séculos novamente, mas foi bloqueado por Konohamaru e Boruto. Konohamaru conseguiu prender temporariamente Sōma enquanto Remon e Kankitsu eram salvos. Depois que Kankitsu recuperou a consciência, horrorizado com o que ele fez, Remon explicou que ela poderia usar o mesmo selo que Kuen usava há muito tempo, mas lhe custaria suas memórias, assim como o fez para Kuen. Enquanto Konohamaru e Boruto atraíam Sōma, Remon usou seu selo. Relutantemente, Konohamaru cortou os chifres emergentes de Remon, completando o selo para derrotar permanentemente Sōma.

Mais tarde, quando Remon acordou, ela realmente havia perdido todas as suas memórias. Kankitsu então se comprometeu a ajudar Remon a recuperar o máximo possível de suas memórias anteriores. Ao saborear um hambúrguer de limão super azedo, Remon chorou lágrimas de nostalgia, lembrando inconscientemente quando conheceu Konohamaru.

Curiosidades Editar

  • "Remon" (レモン) é a maneira japonesa de se pronunciar a palavra em inglês "lemon", em português significa literalmente a palavra "limão".
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.