FANDOM


Torune insetos

Os insetos que cobrem o corpo de Torune.

Rinkaichū (燐壊虫, Literalmente significa: "Inseto Destruidor Fósforo")[1] são uma raça de insetos venenosos nanométricos (ナノサイズの毒蟲, nanosaizu no dokumushi, Viz: besouros venenosos nanométricos) utilizados por membros selecionados do clã Aburame como parte da Técnica de Insetos Parasitas Destrutivos. Estes insetos exterminam as células de seus inimigos, causando dor excruciante no processo.[2]

Os insetos de Torune

Os insetos venenosos infectando Fū.

Ao contrário do kikaichū padrão, que são capazes de agir independentemente do usuário, os insetos nanométricos podem aparentemente serem transferidos para o corpo da vítima pelo contato físico direto, embora apenas um simples toque do usuário na vítima seja suficiente visto que os insetos podem contornar a maioria das formas de vestuário.[3] No entanto, isso aparentemente não se aplica às roupas do próprio usuário, que deve antes remover itens para efetivamente aumentar suas chances de acertar o alvo.[4]

Os rinkaichū são semelhantes a vírus, espalhando-se rapidamente e multiplicando como eles crescem em células vivas. Eles exigem carne viva para sobreviver, e morrem brevemente se os seus anfitriões ou mesmo se eles saírem de um corpo por um período de tempo.[5]

Os dois usuários conhecidos destes insetos: Torune Aburame e Shikuro Aburame, são também os únicos Aburame conhecidos por terem os anticorpos para os insetos. Esses insetos são considerados raros, mesmo entre o clã Aburame.[2]

Técnicas Utilizadas Editar

Curiosidades Editar

  • No anime, Shino adestrou e criou os insetos venenosos, alimentando-os com os seus insetos. Depois de muitos anos e gerações de insetos, alguns insetos com anticorpos contra os insetos venenosos nasceram.[5]

Veja Também Editar

Referências Editar

  1. Quarto Databook, página 328
  2. 2,0 2,1 Naruto capítulo 475, página 8
  3. Naruto capítulo 475, página 10
  4. Naruto capítulo 457, páginas 6, 9
  5. 5,0 5,1 Naruto: Shippūden episódio 317
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.