FANDOM


Sora (ソラ, Sora) é um monge em treinamento em um templo no País do Fogo. Ele também é um pseudo-jinchūriki da Kurama.

Personalidade Editar

Devido ao tratamento cruel dos monges do Templo do Fogo, depois que ele perdeu o controle de seu chakra demoníaco quando ele era jovem, ele desenvolveu problemas de confiança. Sora cresceu sentindo-se inseguro e com raiva quando as pessoas encarassem seu olhar para ele; da mesma forma como outros jinchūriki. Ele também foi extremamente cauteloso em mostrar seus verdadeiros sentimentos em torno de outras pessoas por causa de todas as mentiras e enganos que ele havia enfrentado anteriormente. Ele ao invés disto, constantemente colocava-se em uma personalidade de calma, indiferença e resistência. Apesar de como todos o tratavam, ele foi respeitoso com seus monges superiores, como um noviço obediente. No entanto, ele não se sentia da mesma maneira em relação a outras pessoas, muitas vezes insultando-as.

Quando ele conheceu Naruto, Sora assumiu que Naruto era o ladrão de túmulos. Isso não foi surpreendente, já que Naruto tinha rasgado acidentalmente a barreira do túmulo depois de ser perseguido por um javali. Naruto tinha certeza de que Sora era o ladrão de túmulos, de modo que este mal-entendido levou a Naruto ser rude com Sora, ainda supondo que ele era o ladrão de túmulos, mesmo depois de descobrir que ele era um dos monges enviados para receber o Time Yamato. Sora retornou com os seus sentimentos, e por um tempo eles não gostavam um do outro. Depois de um tempo, Sora e Naruto perceberam que tinham muito em comum, então começou a ser mais agradável para Sora e finalmente eles se tornam amigos.

Sora destruindo o templo

A raiva de Sora resultando em uma liberação de seu chakra de Bijū.

Sora pode ser rude e impetuoso, esquecendo de agradecer Asuma após o jōnin reparar suas lâminas de chakra, bem como referindo-se a Asuma como "os-san" (おっさん), um rude termo que significa "homem velho", para o grande desgosto de Asuma. Apesar disso, Sora é, em primeiro lugar, muito respeitoso para com a memória de seu pai. Ao comentar sobre como a faixa da cintura de Asuma estava suja, ele menciona que seu pai sempre manteve-a limpa e que para ele, seu pai também era puro quanto esse pano.[1] Como Naruto, Sora foi dedicado e sempre jurou que ele nunca iria parar de fazer o que sua mente o definir. Como resultado, ele foi extremamente diligente no seu treinamento de Liberação de Vento, a tal ponto que, mesmo depois de Asuma dizer que ele e Naruto terminassem por conta própria, ele continuou a praticar até o seu ponto de exaustão.

Depois de ser enganado por Kazuma, que estava disfarçado como "Furido", Sora começou a perseguir a meta de seu pai; de matar o atual Hokage e unir o País do Fogo, acreditando que o país não precisa de "dois reis". Ele exibe puro ódio para Asuma, a quem ele tinha sido levado a acreditar que matou seu pai, e até mesmo ataca Naruto, a quem estavam se tornando bons rivais. Depois de saber que "Furido" era realmente seu pai, e que mais uma vez ele tinha sido enganado, Sora resolveu dar seu corpo ao chakra de Kurama e destruir o mundo. No entanto, o seu coração foi mudado por repetidas tentativas de Naruto para salvá-lo, voltando para a forma como ele era antes. Ele então desenvolveu um comportamento mais feliz.

Aparência Editar

Sora quando criança

Sora quando criança.

 Sora tem na altura dos ombros, um cabelo azulado-cinza fosco com um estilo assimétrico com um único bloqueio caindo em seu rosto, e olhos castanhos. Ele usa sandálias e um uniforme padrão de monges com uma longa manga direita, devido braço enfaixado que ele esconde ao contrário de ser um braço humano normal, ele pode se parecer com uma garra de besta com cauda quando Sora está com raiva ou usando chakra demoníaco de Kurama.

História Editar

Passado Editar

Durante o Ataque do Nove-Caudas em Konoha, parte do chakra da mesma estava espalhada por toda a aldeia. O pai de Sora, Kazuma, recolheu o chakra vazado e selou no corpo de Sora, cinco anos após o ataque, para produzir uma cópia parcial da Nove Caudas, transformando Sora em uma pseudo-jinchūriki. Como uma criança, a única pessoa de sua família que Sora conhecia era o seu pai, Kazuma, que ele inspirou-se muito e queria seguir os seus passos, depois de acreditar que ele tenha sido morto. Após a morte presumida de seu pai, Sora foi morar com os monges do Templo do Fogo. No templo, Sora treinou duro na esperança de um dia vingar seu pai e limpar seu nome, visto que Sora se recusou a acreditar que um homem horrível das quais as pessoas afirmaram que ele fosse. Um dia, pouco depois de ter chakra de Kurama selado dentro dele de acordo com Kazuma, Sora ficou descontrolado, desencadeando o chakra da Kurama selado dentro dele, e destruíram o templo, um lugar que se acredita de certa forma, ser uma fortaleza indestrutível. Depois, ele foi odiado por alguns dos monges do templo, e logo começou a receber o mesmo tratamento rancoroso que Naruto Uzumaki recebeu em sua infância.

Parte II Editar

Doze Ninjas Guardiões Editar

Naruto e Sora se conhecem

Naruto e Sora se encontram pela primeira vez.

Sora atacou Naruto, o mesmo havia sido separado de sua equipe e tropeçou em um dos quatro túmulos escondidos que vieram proteger. Quando Sora estava prestes a matar Naruto, Chiriku o deteve. Após Chiriku parar a discussão de ambos, Sora deu informações sobre que um dos quatro túmulos escondidos foi roubado, ele e Naruto começaram a discutir entre si, mas foram impedidos novamente de lutar por Chiriku e Yamato. Após a confusão, eles foram para o Templo do Fogo.

Naruto encontrou Sora disputando com outros monges, e parecia-lhe que Sora era desprezado, então ele tentou fazer amizade com ele, mas foi rejeitado. Sora, Naruto, e o resto do Time Yamato foram logo enviados para investigar uma série de graves roubos de ex-membros dos Doze Guardiões Ninja. Não estando interessado em ajudar a equipe, Sora saiu sozinho e encontrou o líder inimigo, Furido. Quando ele descobriu que ele era o alvo, ele questionou Furido sobre isso, mas começou a ficar com raiva quando ele não recebeu nenhuma resposta. Furido insultou Sora, até o mesmo desencadear seus verdadeiros poderes, antes de informar-lhe que ele estava planejando usar os cadáveres para salvar a Terra do Fogo. Depois de uma explosão, Sora acordou apenas para descobrir que Furido tinha desaparecido, só deixando-o um indício de que ele conhecia seu pai e que Sora se assemelhava a ele.

Sora foi designado para ir à Konoha com o Time Yamato para substituir Sai, do qual havia lesionado-se. Naruto tentou apresentar a Sora a vizinhança de Konoha, mas Sora seguiu seu próprio caminho, insultando aqueles que deparou-se. Mais tarde, ele conheceu Asuma, um homem que havia conhecido seu pai e que se ofereceu para ajudá-lo juntamente com Naruto para treinarem e aperfeiçoarem suas técnicas da liberação de vento. Embora ele tenha mostrado hábil com as lâminas de Chakra, ele descobriu que Asuma era o homem que tinha matado seu pai, algo que lhe causou grande angústia.

Sora e seu chakra liberado

Sora liberando o seu chakra demoníaco novamente.

Mais tarde, Sora tentou procurar Asuma, e seguiu-o até o interrogatório de Danzō. Lá ele descobriu que Homura Mitokado e Koharu Utatane não gostava Sora, e considerou-o indesejável na aldeia, planejando matá-lo. Antes de Tsunade poder tomar sua decisão sobre o que fazer com Sora, no entanto, ele foi descoberto e capturado por membros da Anbu. Enfurecido que era odiado até em Konoha, Sora atacou Asuma, seu braço mais uma vez assumiu uma forma demoníaca. Sora fugiu e procurou Furido, que lhe disse que a única maneira de vingar seu pai era matar Tsunade. Quando ele falha durante a tentativa inicial, ele voltou para Furido, que se revelou como Kazuma e usou o Desselamento dos Cinco Elementos para liberar todo o poder da Nove Caudas selado dentro de Sora.

Sora naruto luta

Naruto, tentando parar Sora, na forma de quatro-caudas.

Antes que Sora pudesse realizar qualquer dano grave, no entanto, ele foi confrontado por Naruto. Depois de se recuperar no hospital, Sora se despediu de Naruto e o Time Yamato, pedindo-lhes para dizer a Asuma que ele se desculpou por suas ações, antes de sair para viajar ao redor do mundo.

Habilidades Editar

Sora é um poderoso monge ninja. Devido à extensa formação que recebeu e seu status como um pseudo-jinchūriki, ele pode lidara contra vários shinobi poderosos, mesmo pressionando a maior parte dos Konoha 11, um usuário de Liberação de Madeira como Yamato e Naruto, o jinchūriki original da nove-caudas.

Ninjutsu Editar

Bukijutsu Editar

Garra de Lâmina Tripla Aprimorada com Chakra

Sora aplicando chakra em sua lâmina.

Na batalha, ele normalmente utiliza uma lâmina com três garras em sua mão esquerda, que ele tinha sido treinado para usar desde o nascimento.[1] Ele pode infundir chakra nas lâminas para um maior alcance de ataque, que foi aperfeiçoada ainda mais com a adição de chakra da liberação de vento, ensinados por Asuma. Asuma deu-lhe uma nova garra feita de metal melhorador de chakra depois que seu antigo foi destruído em uma briga com Furido. Ele frequentemente usa essa garra para completar seu taijutsu, pegando inimigos como Naruto de surpresa.[2] Mesmo sem o fluxo de chakra, ele demonstrou a capacidade para esmagar pedras com sua garra.[3]

Transformações de Natureza Editar

Palma Dilacerante da Besta

Sora usando a Palma Dilacerante da Besta

Sora tem uma afinidade rara para a transformação de natureza da liberação de vento. Ao lançar seu chakra, ele é permitido a manipular uma corrente de vento forte o bastante para formar rajadas poderosas, capazes de elevar e manobrar objetos. Através da aplicação de chakra nas lâminas infundidas de Sora, ele é capaz de destruir o seu entorno com uma força tremenda de uma único golpe. Durante seu treinamento com Asuma, ele aprendeu a aumentar a nitidez do seu chakra de vento, o que lhe permitiu fazer suas armas mais potentes, capazes de perfurar completamente através de uma árvore e demolir uma pedra diretamente atrás dele com uma kunai reforçada pelo seu chakra de vento.[1]

Sua técnica de assinatura com a liberação de vento é criar poderosas lâminas que podem ser usados ​​para atingir alvos múltiplos. Ele tem demonstrado imenso controle sobre esta técnica, sendo capaz de dirigir o caminho da mesma para destruir centenas de clones de Naruto Uzumaki, sem ter que se envolver diretamente.[2] O auge de sua manipulação do vento é formar uma grande garra bestial, de chakra da mesma natureza, que se orgulha de alta versatilidade na batalha, pois ele pode ser usado tanto para atacar e defender.

Transformações Jinchūriki Editar

Ver artigo principal: Formas Jinchūriki
Sora na versão 2

Sora na sua transformação do estágio 2.

Como Naruto, Sora demonstrou ter altos níveis de resistência e chakra. Aproveitando isso, o pai de Sora; Kazuma, emendou a estrutura celular de Sora com o excesso de chakra da Kurama para criar um clone parcial da própria Kurama, por extensão, fazendo Sora uma pseudo-jinchūriki. Ao usar a energia de Kurama, ele tinha todo o poder e resistência a lesões e ataque parecidos com uma nove-caudas desselada. Ele também poderia utilizar a versão aprimorada de suas técnicas de vento. De acordo com Kazuma, embora Sora não seja um jinchūriki real, ele possui em torno de o mesmo poder que um.[4] Após a batalha com Naruto, todo o chakra demoníaco de Sora foi expulso de seu corpo, efetivamente retirando a sua capacidade de se transformar. Sem um anfitrião, o instável clone demoníaco dispersou-se em nada.


Sora Bijudama

A Bola da Besta com Cauda de Sora.

Embora no seu estado 1 da sua transformação, Sora poderia formar braços feitos de chakra do seu manto, bem como desencadear uma poderosa onda de choque, capaz de dispersar vários adversários.[5] Depois de transformar-se ainda mais, entretanto ainda dentro de sua versão 1, essas ondas de choque podem deixar pequenas trincheiras na terra em seu entorno. Sua força também aumenta drasticamente, já que neste estado ele é agora capaz de facilmente esmagar todos os esforços de Shikamaru e Yamato para contê-lo.[6] Ao contrário de Naruto, que ainda tem algum nível de controle em um estado de três caudas, Sora perde completamente o controle de si uma vez que a terceira cauda é formada. Como ele foi levado ainda mais pelo chakra da Kurama, ele ganhou acesso a uma transformação da versão 2 — muito semelhante a de Naruto. Uma cabeçada simples nessa transformação teve força o suficiente para jogar Naruto à uma grande distância, apesar de ele estar em sua própria transformação da versão 1. Ele também foi mostrado usando uma variação mais fraca do Bola da Besta com Cauda, formando uma grande bola branca de chakra, do qual habitualmente seria escuro, na frente de sua boca que ao ser liberado, ainda foi capaz de destruir uma boa parte da floresta ao seu redor.[7]


Mão de Sora

A mão bestial de Sora.

Como resultado de ter o chakra da Kurama selado dentro dele, o braço direito de Sora transforma-se em um apêndice bestial, com garras e que parece ser escalas, sempre que ele é emocionalmente agitado ou usa o chakra de Kurama. Enquanto transformado, o braço parece causar-lhe vários graus de dor, como Sora é notado constantemente segurando o braço de dor quando ocorre a transformação. Sora costumava a ficar envergonhado deste braço, e portanto geralmente o mantinha coberto com bandagens.

Outras Habilidades Editar

Com sua formação em um estilo de taijutsu conhecido apenas pelos monges do Templo do Fogo, Sora é um lutador muito proficiente no curto alcance, como mostra-se de sua capacidade em derrotar Naruto e vários de seus clones de sombra em um combate corpo-a-corpo, sem qualquer dificuldade. Sora foi mostrado tendo um sentido incrivelmente agudo no cheiro, sendo capaz de distinguir o cheiro do solo a partir do túmulo escondido de Kitane e Kazuma, acima de até mesmo o cheiro das batatas doces que ambos estavam comendo no momento.[3]

Curiosidades Editar

  • O nome de Sora literalmente significa "céu".
  • Sora normalmente era visto com mangas brancas no seu uniforme, mas em algumas cenas elas eram pretas.

Referências Editar

  1. 1,0 1,1 1,2 Naruto: Shippūden, episódio 63
  2. 2,0 2,1 Naruto: Shippūden, episódio 57
  3. 3,0 3,1 Naruto: Shippūden, episódio 61
  4. Naruto: Shippūden, episódio 68
  5. Naruto: Shippūden, episódio 69
  6. Naruto: Shippūden, episódio 70
  7. Naruto: Shippūden episódio 71
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.