FANDOM


Kawaki (カワキ, Kawaki) é o volume 7 do mangá Boruto: Naruto Next Generations.

Capítulo 24: Kawaki (カワキ, Kawaki)

Jigen e Delta discutem enquanto compartilham uma refeição. Delta está preocupada com a recuperação do "receptáculo" por meio de Koji Kashin. Jigen por toda via está confiante em suas habilidades e integridade à missão. Jigen considera a possibilidade de algo ter despertado seu interesse, e Delta chuta a mesa com raiva, exigindo uma explicação de Jigen por quanto tempo até a recuperação do "receptáculo". Jigen restaura uma nova mesa com o resto da refeição. Apesar de sua confiança em Koji Kashin, Jigen permite que Delta verifique o progresso da missão e relate a ele se houver algum problema. Os shinobi de Konoha observam o garoto desmaiado, observando seus ferimentos leves e a marca que ele compartilha com Boruto. Boruto sente sua marca pulsar, e o garoto se mexe, sentindo a mesma dor. O garoto inconsciente sonha quando seu pai abusivo o vendeu para Jigen, que lhe disse para ficar à vontade, como ele era seu pai agora. Quando Kawaki acorda, Konohamaru sente o perigo e faz com que todos recuem . Kawaki acorda gritando para não tocá-lo em uma onda de energia. Konohamaru recebe a onda comprovando de que havia sido ele quem derrotou os outros bonecos. Kawaki pergunta furiosamente se eles são perseguidores da Kara. Konohamaru identifica o grupo como shinobi de konoha. Koji Kashin assiste de longe e é acompanhado por Delta. Eles conversam brevemente, e ele pergunta se ela trouxe um "Outer". Ela confirma ter trazido Garō. Kawaki pergunta a eles por que ninjas de Konoha estariam interessados nele, e eles explicam como eles o encontraram. Kawaki não confia neles quando pedem que ele informe sobre o dirigível, e ameaça matá-los quando quiserem levá-lo. Boruto mostra seu Karma e pergunta sobre ele. Delta fica surpresa com isso. Kawaki assumi que Boruto por ter o Karma seja membro da Kara. Eles são interrompidos pelo "Outer" Garō, abordando Kawaki como o receptáculo, que se incomoda em ser tratado como um objeto, e lembra à Garō que ele rasgou o seu queixo. Garō lança um ataque, Kawaki cobre a distância entre eles rapidamente, e faz seu ataque, transformando seu braço direito em uma lâmina. Garō bloqueia-o com sua luva e observa como Kawaki está enfraquecido. Kawaki não demonstra se preocupado com isso.

Capítulo 25: Ressonância (共鳴, Kyōmei)

Kawaki pula para trás e ataca estendendo seu braço transformado. Garō pula para evitá-lo e dispara ataques de sua luva. Kawaki separa a parte transformada de seu braço e foge dos ataques de Garō. Enquanto corre, Kawaki lança mais partes do corpo transformado como projéteis em Garō. Os shinobi de Konoha assistem à batalha, Katasuke notando que os ataques de Garō são Ferramentas Ninja Científicas usuais e estão interessados ​​no desempenho de Kawaki. Garō provoca Kawaki por sua falta de ar. Kawaki ataca novamente, mas Garō é capaz de bloquear seu ataque, prendendo Kawaki e usa uma explosão à queima-roupa contra ele. Ele pega Kawaki, observando que ele teria evitado o confronto se tivesse seguido as ordens. Boruto quer resgatar Kawaki, mas Konohamaru aconselha ter cautela. De longe, Delta reclama dos métodos de Garō, enquanto Koji continua observando. Garō considera quebrar os membros de Kawaki para impedi-lo de lutar novamente. O Karma de Boruto ativa e se espalha sobre seu corpo, distraindo Garō enquanto Kawaki ativa o dele. Kawaki usa seu Karma para explodir a manopla de Garō, que se questiona, incrédulo, onde havia conseguido esse poder. Garō se afasta com medo, e tanto o Karma de Kawaki quanto o Boruto se fortalecem. Kawaki absorve o ataque de Garō, Mitsuki percebendo que é o mesmo que Boruto fez antes. Kawaki transforma seu braço, estendendo-o através do torso de Garō. Ele remove o braço da parte transformada novamente e usa o braço com Karma para explodir Garō. A explosão cria uma grande cratera ao redor. Delta está satisfeita por Kawaki ter explodido os shinobi de Konoha, mas Koji diz que deveria olhar mais de perto. Boruto absorveu uma parte da explosão, protegendo os outros. Kawaki percebe que eles não parecem saber sobre Karma mais ainda está convencido de que são da Kara. Koji especula que os dois Karma ressoam sendo esta a razão pela qual ele investiu tanto em Kawaki, e calcula que ele deveria obter mais informações. O corpo de Kawaki começa a fumaçar, e seu Karma desaparece antes dele desmaiar. Katasuke diz que Kawaki ficou superaquecido. Delta quer interferir, mas Koji diz a ela para não se envolver. Katasuke examina Kawaki, observando que toda a sua existência parece ser uma ferramenta científica ninja. Delta questiona a decisão de Koji de deixá-los com Kawaki, ele ressalta que o vazamento de informações já aconteceu desde o momento em que o dirigível caiu e que mais cedo ou mais tarde eles cederão a Kara. Katasuke está em êxtase com a tecnologia no corpo de Kawaki, dizendo que até supera a mão protótipo do Hokage. Boruto se pergunta se ele pode consertar Kawaki, mas ele diz não poder. Mitsuki pergunta se Kawaki foi criado do nada, como se ele fosse desenvolvido através da tecnologia de clonagem. Boruto e Sarada se assusta com isso, e Mitsuki explica que ele foi criado por Orochimaru. De conversas privadas com Naruto , Katasuke diz que Mitsuki foi criado organicamente através da engenharia genética, enquanto Kawaki foi modificado por meios inorgânicos. Eles consideram Kawaki importante para Kara e para eles com base nas informações que ele pode fornecer. Boruto diz que eles deveriam levá-lo de volta a Konoha, a seu pai.

Capítulo 26: Presente (贈り物, Okurimono)

Kawaki sonha com quando Jigen o adotou. Ele se lembra de conhecer Amado enquanto assistia a um grupo de crianças em um aparato de crescimento. Jigen confirma que Kawaki é o último filho, assegurando Kawaki que se ele o aceitar como pai, ele não se sentirá mais vazio e que, quando forem realmente pais e filhos, ele lhe dará um presente valioso. Kawaki acorda em Konoha, com Naruto , Shikamaru e Konohamaru no quarto com ele. Apesar de Naruto e Konohamaru tentarem aliviá-lo, Kawaki imediatamente tenta escapar, mas é paralisado por Shikamaru, que garante a ele que se eles quisessem fazer alguma coisa com ele, eles já teriam feito isso. Naruto se apresenta a Kawaki e pensa em sua discussão anterior com Shikamaru sobre os possíveis perigos de manter Kawaki na vila. Naruto quer supervisionar pessoalmente Kawaki, possuindo suas próprias experiências de isolamento como um jinchūriki. Shikamaru lembra que a ameaça da Kara significa que a decisão não é só dele. Katasuke informa que o que ele entende até agora sobre as ferramentas científicas ninjas no corpo de Kawaki e o Karma aos Cinco Kage e seus conselheiros. Os cinco Kages consideram Kawaki muito perigoso para ser ignorado, com Naruto sendo inflexível em ficar ao lado de Kawaki o tempo todo, mesmo durante a reunião. Kurotsuchi se questiona. Os outros Kages concordam com o plano de Naruto, mas perguntam sobre o Karma, sabendo que Boruto também o possui. Naruto diz que eles não sabem muito, e esperam que Boruto o ajude a aliviar Kawaki. Naruto leva Kawaki até sua casa, mas Kawaki tenta escapar. Quando Kawaki para de correr, Naruto está lá esperando por ele, confundindo-o. Na casa de Naruto, Hinata oferece-lhe chá, e quando Naruto pergunta seu nome, ele diz que não tem informações sobre Kara, ainda sendo rude. Naruto tenta permanecer civilizado. Quando Naruto se levanta, Kawaki vira a mesa, quebrando um vaso de flores, tentando fugir. Naruto desafia Kawaki a tentar fugir de sua vista, deixando bem claro que ele não deixará isso acontecer até que seu passado seja mais claro para ele, pois é seu dever manter a vila segura. Kawaki acha que Naruto pode ser mais forte que Jigen, e considera inútil tentar fugir dele. Naruto desativa seu modo quando Himawari entra na sala e Boruto chega em casa. Boruto e Kawaki se reconhecem, e Naruto explica para Boruto que Kawaki ficará por um tempo com eles. Boruto fica com raiva quando vê que Kawaki quebrou o vaso de flores, que Himawari fez como um presente para sua mãe. Kawaki mal pede desculpas e os meninos se apresentam, xingando um ao outro.

Capítulo 27: O Fracasso das Negociações...!! (交 渉 決裂…!!, Kōshōketsuretsu…!!)

Hinata e Himawari jogam fora o vaso de flores quebrado, Hinata assegura para Himawari que, como mãe, o que mais importa para ela são os sentimentos que ela colocou para fazê-lo. Boruto acorda e tem que ir ao banheiro, e encontra Kawaki ao longo do caminho, que também está indo ao banheiro. Boruto diz que ele deveria ir primeiro, já que a casa é dele, mas Kawaki está mais próximo da porta e o xinga, mandando ele esperar. Boruto o agarra pela camisa, e eles quase começam a brigar, mas de dentro do banheiro, Naruto grita que está ocupado e diz para eles irem para trás da casa. Eles fazem isso, ainda trocando insultos, e começam a lutar quando terminam, ambos ativando seu Karma... Kawaki sente que esta é a única maneira de Boruto conseguir o que diz. Boruto diz que esta é a primeira e a última vez que eles concordam em algo. No banheiro, Naruto cria um clone para detê-los, reclamando. Durante uma refeição, Naruto diz a Boruto que ele está colocando muito sal em sua comida. Boruto comenta sobre como é incomum para Naruto ficar em casa o dia todo, e nega estar feliz com isso quando Himawari o provoca por causa disso. Kawaki observa suas interações familiares. Boruto verifica suas ferramentas antes de sair e é abordado por Kawaki. Boruto diz que eles continuam lutando mais tarde, e Kawaki pergunta como ele conseguiu seu Karma. Boruto reltara que foi depois de derrotar Momoshiki e confirma que não sabe nada sobre Jigen quando Kawaki pergunta sobre ele. Ele, por sua vez, pergunta a Kawaki como ele conseguiu o seu. Kawaki diz a ele como ele foi mantido suspenso durante um dos experimentos de Amado e outras crianças em sua mesma posição morreram, enquanto Jigen continuava tentando transformá-las em recptáculos para seu Karma, despreocupado com as mortes porque ele não tinha tempo ou opções, precisando apenas deles para Kara. Kawaki se lembra da dor e se entregou à morte quando perdeu a consciência, mas sobreviveu e acordou com Karma na mão esquerda. Naruto ouve sua história ao lado. Quando Boruto comenta que ele sobreviveu, Kawaki diz que preferia ter morrido ao invés de continuar sofrendo. Kawaki quer se livrar de seu Karma para que a Kara o deixe em paz, e especula que Boruto também será alvo deles. Ele quer que Boruto coopere com ele para aprender como se livrar do Karma. Boruto considera, mas não vai desculpar Kawaki por ter quebrado o vaso de Himawari, dizendo-lhe para compensá-la antes de sair. Naruto diz a Kawaki para não se preocupar com o vaso, mas Kawaki, apesar de achar inconveniente, quer que Boruto coopere com ele. Naruto nota que Kawaki não tem dinheiro e diz para ele não roubar, mas Kawaki apenas diz a ele para não se preocupar com ele tentando escapar novamente. Naruto diz a Kawaki para acompanha-lo.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.